Daniel de Oliveira, Sophie Charlotte e Renato Góes foram alguns dos artistas que reservaram a manhã deste domingo, 28, para irem às ruas se manifestar contra o presidente Michel #Temer e pedir "Diretas Já". Eles participaram de um movimento no Rio de Janeiro, que começou por volta das 11h em Copacabana e deve seguir pelo resto do dia.

Desde às 10h, a movimentação foi crescendo na Siqueira Campos e ganhava a adesão de movimentos sociais e centrais sindicais, que, como de hábito, levaram suas bandeiras e faixas. Deputados de partidos de esquerda também foram vistos no local.

Ana Ribeiro, da Frente Brasil Popular, comentou sobre o evento, do qual é uma das principais organizadoras.

Publicidade
Publicidade

Ela previu uma participação de até 50 mil pessoas ao longo do domingo.

"Pensamos neste ato durante o último protesto na Cinelândia. A repressão que vimos, aquele cenário, fez com que pensássemos em um evento de diálogo com a população. O "Diretas Já" é o mesmo que "Fora Temer". Isso tem que ecoar pelo Brasil", destacou.

Artistas contrários ao presidente Michel Temer têm apresentações previstas, tais como Caetano Veloso, Pretinho da Serrinha, Otto, Maria Gadu, Criolo, Mano Brown, Pedro Luis, entre outros.