Em um cenário sem o ex-presidente Lula (PT), o favorito para as eleições presidenciais de 2018 seria o deputado Jair Messias #bolsonaro (PSC-RJ). A nova pesquisa foi feita pelo Instituto Paraná Pesquisas, que desconsiderou Lula como candidato. O resultado foi divulgado nesta quarta-feira, dia 31 de maio.

Caso a disputa presidencial fosse hoje, e com o nome do ex-presidente Lula de fora, Bolsonaro teria 17,2% das intenções de votos liderando o cenário das eleições. Marina Silva (Rede) ficaria em segundo lugar com 14,9%, e, logo em seguida, estaria o atual prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), com 13,6% dos votos válidos.

Publicidade
Publicidade

Também foram colocados mais alguns candidatos na pesquisa como o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que ainda não tem partido, mas ficaria com 8,7% das intenções de votos, e Ciro Gomes seria o segundo principal candidato da esquerda com 6,7%.

Dentre alguns nomes que possuem menos de 5%, aparecem o técnico de vôlei Bernardinho (Novo), que ficaria em sexto lugar, com 3,7%; Luciana Genro (PSOL) junto com o senador federal Ronaldo Caiado (DEM) empatam com 1,8% das intenções dos votos válidos. Os nulos são cerca de 21,9% e os indecisos 6,4%.

Considerando uma margem de erro de dois pontos percentuais para cima ou para baixo, Bolsonaro, Marina e Doria estão tecnicamente empatados na corrida presidencial.

A pesquisa ignora Lula na corrida presidencial porque ele é réu em cinco processos, e caso se torne réu em segunda instância até o dia das eleições presidenciais, não poderá mais ser candidato.

Publicidade

Jair Bolsonaro também corre esse risco porque é réu no STF por incitação ao estupro contra a deputada federal Maria do Rosário.

Em um cenário com o ex-presidente

Quando os eleitores que participaram da pesquisa receberam uma lista com o nome de Lula, o ex-presidente liderou com 25,8% das intenções de votos, e logo atrás veio Jair Bolsonaro, com 16,8%, Doria com 12,11%, Marina Silva com 11,1%, seguidos por Joaquim Barbosa (8,1%), Ciro Gomes (4,3%), Ronaldo Caiado (1,6%) e Luciana Genro (1,5%). Os votos nulos ou brancos somam 14,6% e os indecisos 4,8%.

Lula tem um grande apoio da esquerda política e, por isso, lidera, mas ele é o candidato com a maior rejeição entre todos, e quando os eleitores são questionado em quem não votaria de jeito algum, 46,5% falam do Lula e o candidato com a menor rejeição é Jair Bolsonaro, somando apenas 26,1% de pessoas que repudiam totalmente o pré-candidato à presidência. #Eleições 2018