Na noite de véspera do depoimento de Luiz Inácio #Lula da Silva, o Lula, ao juiz federal Sérgio #Moro, manifestações a favor e contra o ex-presidente foram vistas em todo o país. Especialmente em Curitiba, local onde será feito o interrogatório, militantes pró-Lula já estão em vigília para acompanhar "de perto" o depoimento e dar força ao seu grande líder.

O depoimento inicia a partir das 14h desta quarta-feira, e, na noite de terça, militantes vinculados ao Movimento dos Sem-Terra (MST), que estão acampados em um terreno próximo à rodoviária da cidade, fizeram uma marcha até a praça Tiradentes - local onde o restante dos manifestantes pró-Lula estarão na quarta.

Publicidade
Publicidade

Este ato contou com alguns políticos e personalidades conhecidos da esquerda brasileira. João Pedro Stédile, líder do MST, foi um dos que prestigiou a manifestação. Wellington Dias, governador do Piauí, e Gilberto Carvalho, ex-ministro de Lula, também estiveram presentes.

Do outro lado, grupos contrários ao PT como o Movimento Brasil Livre (MBL) e o Revoltados On Line convocaram seus simpatizantes a fazerem vigílias pelo país a favor de Sérgio Moro e da Operação Lava-Jato. Em São Paulo, a manifestação contou com uma das lideranças do MBL, Kim Kataguiri e o vereador Fernando Holiday. Capitais como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia e Fortaleza também tiveram protestos a favor das investigações e contra Lula.