Uma pernambucana, de identidade ainda desconhecida, falhou na tentativa de ofender o deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ). A tentativa de ofensa se deu por meio de uma #Tatuagem para lá de polêmica, do rosto de Bolsonaro na coxa da mulher.

Nela, é possível ver o deputado retratado com um par de chifres e com fezes na testa. A tatuagem foi divulgada pelo próprio tatuador, o jovem e, por sinal, muito talentoso Agne Alves.

Ao divulgar o seu mais novo desenho, Agne fez questão de deixar bem claro que, para ele, aquilo foi apenas um trabalho e não reflete em nada o seu posicionamento político. "De antemão, gostaria de ressaltar que as artes que faço não influenciam na minha opinião política e ideológica.

Publicidade
Publicidade

Sou apenas um tatuador, fazendo aquilo que meus clientes pedem (sic)", disse o artista.

A postagem, como era de se esperar, acabou viralizando nas redes sociais. Uma chuva de comentários, que só cresce a cada minuto que passa, invadiu a postagem de Agne.

Dentre as centenas de comentários, vários deles ressaltam o talento do jovem, já que tatuar bem retratos é, sem dúvida, um dos maiores desafios para qualquer tatuador. Mas, sem dúvida, a grande maioria deles é ressaltando a, no mínimo, falta de lógica da garota.

"O que não dá para acreditar é que a pessoa ‘odeia’ ele, mas vai estar com ele no corpo o resto da vida", opinou uma jovem. "Meu Deus, tatua a imagem do Bolsonaro (pejorativamente) enquanto ele não sabe nem da existência desse ser... Que falta de amor com o próprio corpo", disse outro seguidor.

Publicidade

"A garota não gosta do cara e faz uma tatuagem pra vida toda com o rosto dele, imagina se gostasse! Pra mim, mesmo sem querer, ela tá fazendo campanha pra ele (sic)", escreveu uma seguidora.

Seja lá o que a mulher tentou fazer, parece que o tiro acabou saindo pela culatra e a maior prejudicada com tudo isso acabou sendo ela mesma. Porém, o mais interessante que se pode observar com esse episódio é o sentimento que o polêmico deputado causa nas pessoas.

Muitos dizem que #Jair Bolsonaro é aquele tipo de pessoa 8 ou 80. Ou seja, que ele só é capaz de despertar amor ou ódio nas pessoas, nunca um meio termo. Mas aqui se deu algo diferente. Parece que a moça da tatuagem perdeu a noção do que, de fato, ela sente pelo parlamentar.

Afinal, porque alguém em sã consciência tatuaria na própria pele o rosto de alguém que não suporta? Isso não faz sentido! Seria essa, talvez, a mais nova definição de sadomasoquismo?

E você o que acha de tudo isso? Nos dê sua opinião, ela é importante para nós! #Bizarro