O deputado federal Jair Messias #bolsonaro aparece nas pesquisas de pré-candidatos à presidência da República em segundo lugar, com 15% das intenções de votos, logo após o ex-#Presidente Lula, que é o primeiro e obtém 30% das intenções de voto. Bolsonaro, no final de 2015, possuía somente 4% das intenções de votos nas pesquisas eleitorais. Agora, em menos de dois anos, teve um crescimento considerável

Isso preocupa muito o PT, que tem a vontade de voltar ao poder com o seu principal nome, Luiz Inácio Lula da Silva. O grande medo do Partido dos Trabalhadores é de que Bolsonaro vença Lula no segundo turno, mesmo estando atrás nas pesquisas de um primeiro turno, pois o ex-presidente está envolvido em uma grande quantidade de polêmicas e sendo réu em muitos casos.

Publicidade
Publicidade

No momento, sua rejeição é maior do que a aprovação.

Jair Bolsonaro briga com partido

O possível candidato à presidência da República, Bolsonaro, está resolvendo um aspecto para assegurar sua candidatura. Houve uma divergência entre o deputado e o presidente de seu partido, no qual ele estava negociando para ser o presidenciável da legenda, só que o Pastor Everaldo firmou acordos com partidos de esquerda no Norte do país, indo contra a ideologia que o PSC seguia e deixando o membro mais popular do partido extremamente chateado e irritado com a situação.

O Pastor Everaldo firmou uma aliança com o PCdoB (Partido Comunista do Brasil), e isso fez com que Jair Bolsonaro desistisse de sua candidatura à presidência pelo PSC. O combinado com o presidente da legenda era ele chegar a 10% das intenções de votos nas pesquisas e, assim, seria o candidato, mas o que aconteceu irritou o deputado federal e fez com que ele e os filhos começassem a negociar uma ida para outro partido.

Publicidade

A mudança de partido pode ser mais complicada do que Bolsonaro deseja, já que até 2018, ele tem que se encaixar em uma legenda que aceite seu nome como candidato à Presidência da República.

Negociação com uma nova legenda

A família Bolsonaro vem negociando com um partido que ainda vai se formar, o "Muda Brasil", e o presidente da legenda deverá ser José Renato da Silva. As 486 mil assinaturas exigidas para que um novo partido seja criado no Brasil já foram coletadas.

Já está tudo certo para a legenda ser formada e Bolsonaro será um dos donos desse novo partido. Ele tem até 2018 para criar o partido ou então ir atrás de outra legenda para se candidatar à Presidência da República. #Eleições 2018