Na manhã desta terça-feira (23), houve um debate acalorado pela na emissora de rádio Jovem Pan, que envolveu o deputado federal e pré-candidato à Presidência da República Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ), que, após declarações do historiador e apresentador #Marco Antonio Villa sobre ele ter recebido dinheiro da JBS, o respondeu e o desmentiu. Por isso, Villa convidou Bolsonaro para um debate em seu programa matinal na Rádio Jovem Pan, e ele aceitou.

Uma polêmica muito grande foi gerada quando o historiador tocou no assunto da ditadura militar, regime do qual Bolsonaro afirma que não foi ditatorial. Durante o programa, o deputado disse que não houve tanta censura como dizem, tanto que tinham centenas de meios de comunicações.

Publicidade
Publicidade

Já o Marco Antonio Villa criticou o período militar, citando as censuras que tinham e até mesmo o AI-5 (Ato Institucional número 5), que reforçava o poder do governo sobre a imprensa. Porém, o deputado federal afirmou que aquilo só era uma regularização para o comunismo não aparecer nas mídias.

Contradição de Villa

Uma grande contradição do apresentador foi apresentada pelo deputado federal #Jair Bolsonaro em sua conta no Facebook, onde, algumas horas após o debate, postou um vídeo que compara o discurso de Villa em duas ocasiões. Em uma entrevista que o historiador deu, ele defendia o regime militar e afirmava que deveria, inclusive, mudar o nome daquele período, porque não foi uma ditadura e que a censura naquele período era muito pouca.

Essa situação deu a entender que o Marco Antonio Villa só estava indo contra o regime militar para contrariar o deputado federal no debate, já que o historiador citou que foi processado durante o regime.

Publicidade

Mas, anteriormente, ele defendeu o período, dizendo que era super democrático e, inclusive, ocorreram eleições diretas enquanto o Brasil estava sob comando dos militares.

O vídeo foi postado há poucas horas e repercutiu muito na rede. Jair Bolsonaro soltou o vídeo após o site da Jovem Pan ter publicado um artigo sobre um trecho que ele afirmou que todos os partidos recebem propina, dando a entender que ele era conivente com aquilo.

Ambos foram criticados pelo debate

Nas redes sociais, até quem defende o Bolsonaro criticou o debate, porque após Marco Antonio Villa falar da ditadura, os dois se exaltaram e um ficou falando em cima do outro, como se fosse uma briga, em vez de uma discussão de alto nível.

Veja o vídeo postado por Jair Bolsonaro:

#JovemPan