Durante evento do Partido dos Trabalhadores (#PT), chamado de '6° Congresso Marisa Letícia #Lula da Silva - Etapa São Paulo - 2017', realizado na última sexta-feira (5), o ex-presidente Luiz Inácio 'Lula' da Silva 'atacou' verbalmente o atual prefeito de São Paulo, João #Doria (PSDB), ao discursar sobre as últimas pesquisas de intenção de voto.

Até mesmo Jair Bolsonaro (PSC) foi mencionado por Lula, 'indignado' com as últimas pesquisas de intenção de voto, pouco mais de 1 ano antes das futuras eleições.

Lula asseverou que Bolsonaro é um fascista e é a conclusão de uma política "destruída" pela Lava Jato. Sobre Doria, no entanto, os comentários se concentraram no questionamento se ele 'é ou não é' um trabalhador.

Publicidade
Publicidade

Entenda mais sobre o caso lendo o artigo abaixo subscrito e veja o vídeo com a fala de Lula e de Doria. Até o momento, Bolsonaro não se pronunciou.

'Coxinha' e 'Almofadinha', acusa Lula

Lula chamou Doria de 'coxinha e almofadinha que ganhou as eleições em São Paulo' e disse que o atual prefeito da metrópole se fez passar por 'João trabalhador' para enganar o 'povo mais humilde'.

Em seguida, o ex-presidente afirmou que 'se algum dia alguém o encontrar' deveria saber que Doria jamais teve 'na vida' uma carteira assinada.

Doria se defende

Em resposta gravada por intermédio de vídeo, João Doria chama Lula de 'mentiroso', 'covarde' e 'desinformado'.

Doria chegou a mostrar a Carteira de Trabalho para a câmera e comentou que começou sua vida profissional muito jovem, aos 13 anos.

Rebatendo as críticas de Lula, o prefeito de São Paulo afirmou que 'trabalha', ao contrário do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e que o trabalho é honesto.

Publicidade

Ainda não satisfeito, Doria apontou o dedo para a câmera que grava o vídeo e afirmou ter trabalhado a vida inteira para ter o patrimônio que Lula não tem. Ressalta, ainda, que seus filhos têm orgulho de sua pessoa porque 'o pai trabalha, luta, e é decente'.

Finalmente, João Doria mandou Lula ser 'decente' e se informar melhor antes de fazer alegações levianas.

Veja o vídeo e saiba exatamente o motivo da discussão entre Lula e Doria.

Até o momento, Jair Bolsonaro não se pronunciou sobre as críticas tecidas pelo ex-presidente Luiz Inácio 'Lula' da Silva.