O ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva decidiu contratar um novo advogado para a sua equipe de defesa. Manoel Caetano Ferreira Filho já trabalhou no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná e estará atuando na defesa do ex-presidente, em Curitiba. O advogado é professor de Direito Processual Civil e leciona na Universidade Federal do Paraná, juntamente com o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato. O magistrado leciona Direito Penal, na Universidade.

Manoel ficará encarregado de defender Lula contra as acusações dos procuradores da República. Ele estará na mesma equipe que o advogado Cristiano Zanin.

Publicidade
Publicidade

Manoel também já teve amizades com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, quando o ministro dava aulas de Direito Civil, antes de entrar na Corte Suprema.

O novo advogado do petista já defendeu a democracia e se mostrou contra as violações da Constituição, em atos realizado na Universidade. Uma das críticas de Manoel foi a interceptação das conversas entre a presidente cassada Dilma Rousseff e Lula que foram divulgadas na imprensa. O advogado também criticou a polarização do Judiciário.

Foto do ex-presidente

Uma foto do ex-presidente Lula com o ex-presidente da construtora OAS, Léo Pinheiro, teve uma grande repercussão na imprensa. A força-tarefa da Operação Lava Jato está analisando provas para concluir se Lula é mesmo o dono do sítio de Atibaia, interior de São Paulo.

Publicidade

De acordo com os investigadores, a escritura do sítio oculta o nome do verdadeiro dono.

Essa foto foi anexada pela Polícia Federal junto com as investigações do triplex, no Guarujá, litoral de São Paulo. Para o Ministério Público Federal, uma coisa é ligada com a outra. Sérgio #Moro chegou a perguntar para Lula sobre o sítio, mas o ex-presidente preferiu seguir as ordens de sua defesa e não respondeu a nenhuma pergunta sobre esse imóvel.

Arrogância

Vários amigos do petista sugeriram para ele a demissão do advogado Cristiano Zanin. Segundo os "chegados" de Lula, Zanin está sendo muito arrogante ao confrontar o juiz Sérgio Moro em vários momentos. Isso seria uma estratégia para deixar o magistrado nervoso. Porém, não está dando muito certo.

Zanin, com esse jeito arrogante, pode estar complicando a vida de Lula ao invés de ajudá-lo. Para os amigos do ex-presidente, a demissão de Zanin deveria ser em caráter de urgência, já que as investigações, a cada dia que passa, "encurralam" mais o petista.