Em meio a um grande turbilhão político, que inclusive ameaça a governabilidade do atual presidente Michel Temer, Luiz Inácio #Lula da Silva, o Lula, voltou a defender o Partido dos Trabalhadores (PT) em evento neste sábado, 20. No diretório municipal do partido em São Bernardo-SP, o líder petista disse que o PT pode, inclusive, "ensinar" como se combate a corrupção.

"Hoje o PT pode até ensinar como se combate a corrupção. Isso porque ninguém, em toda a história desse país, criou mais mecanismos para se combater do que o nosso partido em 12 anos de governo", garantiu Lula em sua primeira manifestação pública após o escândalo envolvendo a JBS, Michel Temer e outros políticos.

Publicidade
Publicidade

"A Polícia Federal só é o que é hoje por causa do trabalho do PT. O Ministério Público tem esse poder hoje porque durante a Constituinte, em 1998, o companheiro José Genoíno lutou pela autonomia e para tirar o vínculo com o Ministério da Justiça", acrescentou.

Atualmente, Lula é réu em cinco ações da Operação Lava-Jato, que investiga esquema de corrupção com recursos oriundos da Petrobras. No dia 10, ele foi interrogado pela primeira vez pelo juiz Sérgio Moro, em Curitiba, sobre um eventual recebimento de propina da empreiteira OAS.