A deputada federal #Maria do Rosário Nunes, eleita pelo Partido dos Trabalhadores (#PT) do Rio Grande do Sul, decidiu se pronunciar em relação à polêmica envolvendo o apresentador Danilo Gentili, do SBT. Nesta segunda-feira (29), o comandante do 'The Noite' gravou um vídeo em que aparecia recebendo notificações de Maria. Os documentos que tinham o timbre da Câmara dos Deputados, em Brasília, solicitavam que ele repensasse a respeito de algumas piadas. Uma delas é o polêmico comentário envolvendo outra parlamentar, chamada de "tia do café". Isso rendeu até um processo para o comunicador da emissora de Silvio Santos.

Danilo Gentili rasgou cartas de deputada e colocou em partes íntimas

O humorista gravou um vídeo em que aparece rasgando os papéis que recebeu.

Publicidade
Publicidade

Em seguida, ele coloca o conteúdo nas suas calças e manda que a parlamentar o Partido dos Trabalhadores enfiasse as tais cartas na região anal. O contratado da emissora de Silvio Santos ainda disse que não poderia ler as cartas que chegaram de Brasília, pois rasgou tudo. Ele chega ser irônico e questiona o que a colega de partido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva queria tanto falar.

Danilo ainda disse que pagava, através dos impostos, os salários dos políticos. Em seguida, ele argumentou que, por conta disso, não pode ser calado. Gentili diz que é ele quem deve decidir se um político deve ou não ser censurado. O famoso, que já levou um puxão de orelha de Silvio Santos por falar muito de política, ainda gravou o momento em que faz um envelope com os papéis picados (que eram a carta da deputada) e também o instante que o material foi enviado via correio.

Publicidade

Deputada Maria do Rosário anuncia que vai processar apresentador do SBT

De acordo com informações do TV Foco, em matéria publicada nesta segunda-feira (29), a petista decidiu usar sua conta oficial no Twitter para comentar as falas de Danilo Gentili. Após ser provocada pelo apresentador, ela anunciou que ele será processado e diz que o humorista é um verdadeiro criminoso. “Sofri outro ataque daquele que se diz comediante (citando o apresentador do SBT). Comprova viés machista e autoritário. Criminoso vai responder à Justiça. E assim será”, disse a mulher que, no ano passado, tentou unir forças para evitar o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

A deputada federal Maria do Rosário ainda disse que seguiria de cabeça erguida e que era uma mulher firme. A parlamentar disse que não era nenhuma garota de programa, mas que até mesmo essas poderiam ensinar mais ética e respeito ao polêmico humorista.