O prefeito de São Paulo, João Doria, participou de um evento nesta quarta-feira (31) e demonstrou irritação com perguntas sobre a Cracolândia. #Doria estava próximo da prefeitura apresentando novos ônibus para a cidade, que inclusive já estão rodando, quando, de repente, ele ouve um grupo de pessoas gritando: "Fora Doria" e "E a Cracolândia?".

O prefeito rebateu o grupo e disse para as pessoas que estavam próxima: "Um abraço pro Lula". Na visão do prefeito, essas pessoas são petistas, defensoras do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula é réu em várias ações e, em junho, provavelmente saia a sentença de Sérgio Moro diante de acusações do petista ter feito uma reforma num triplex na cidade de Guarujá, litoral de #São Paulo, com dinheiro de propina repassado pela construtora OAS.

Publicidade
Publicidade

Aproveitando sobre as críticas das pessoas sobre a ação na Cracolândia, repórteres perguntaram ao prefeito sobre o assunto. Doria respondeu que eles devem fazer essas perguntas ao prefeito anterior e não a ele. Para o prefeito, a questão da Cracolândia já foi resolvida, o que precisa agora é tentar evitar novos agrupamentos e levar os viciados para tratamentos.

A assessoria do ex-prefeito Fernando Haddad não quis comentar o caso.

Ação policial

No dia 21 de maio, a região da Cracolândia sofreu uma forte operação policial e teve o apoio da prefeitura e do Estado. O objetivo dos policiais era acabar com a insegurança no local, levando traficantes para a cadeia e ajudando as pessoas viciadas a se tratarem.

Muitos especialistas criticaram a ação da polícia. A própria prefeitura reconheceu que um prédio chegou a ser demolido num equívoco da operação.

Publicidade

Três pessoas acabaram ficando feridas. Os usuários de drogas se espalharam pela cidade e tentaram se fixar em outros pontos.

Alguns moradores próximos da Cracolândia aprovaram a ação da prefeitura e João Doria disse que as pessoas que tentam impedir e criticam essa operação é porque possuem interesse que os viciados continuem lá. Nenhum prefeito, até agora, tinha sido tão enérgico nesse ponto, como está sendo João Doria.

Novos ônibus

Os novos ônibus já estão rodando em São Paulo. Pelas novas regras impostas pela prefeitura, as empresas devem renovar a frota quando esta atingir dez anos.

Os novos ônibus possuem Wi-Fi, ar-condicionado e elevadores para embarque de cadeirantes.

Na quinta-feira (1º), será feita uma reunião para acordos de futuras licitações do sistema de ônibus da capital paulista.