O conteúdo da delação premiada dos donos da JBS a Lava Jato atingiu novamente a emissora de Silvio Santos. E pior, agora atinge inclusive sua família. O primeiro envolvimento do SBT com o caso dá-se pelo fato de que uma de suas apresentadoras é casada com o delator e dono da JBS.

A delação de enormes proporções que ganhou notoriedade nesta quarta-feira (17) dava conta que uma gravação feita no gabinete do Presidente da República, Michel Temer, havia concordado com o pagamento de #Propina a Eduardo Cunha, que está preso. A gravação, apesar de possuir cortes e não ser muito conclusiva, causou rebuliço político no país. Alguns, inclusive, aguardavam ansiosos que o presidente renunciasse, mas isso ele garantiu que não vai acontecer.

Publicidade
Publicidade

Ainda sobre a delação, outro político graúdo envolvido é o Senador Aécio Neves, que inclusive foi afastado de suas atribuições políticas e teve a irmã e o primo presos, por suspeita de serem os receptores e coordenadores da suposta propina recebida por Aécio. Curiosamente, o primo de Aécio, que foi filmado recebendo o dinheiro da propina da JBS, reclamou do primo Senador dizendo que se envolveu numa enrascada.

Ainda sobre a filha de Silvio Santos, Patricia Abravanel, segundo o delator da JBS, diretor da empresa Ricardo Saud, teria participado de um jantar, cujo obketivo seria a negociação de propina para a companha do candidato a governo do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD-RN). Cabe ressaltar que Robinson é pai de Fábio, que, por sua vez, é marido de Patricia Abravanel.

Na época do jantar, Patrícia ainda era noiva de Fábio.

Publicidade

Recentemente eles se casaram, numa cerimônia privada. O casamento foi em abril. O delator, entretanto, não deixou claro se a filha de Silvio Santos participou ativamente da negociação da propina. Na reportagem do G1, porém, a informação dá conta de que a empresa pagou R$ 10 milhões ao governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), e ao filho dele, o deputado federal Fábio Faria (PSD) em 2014. O objetivo da propina era o compromisso de privatizar a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). A J&F, empresa que controla a JBS, tinha interesse em vencer a licitação.

O delator ainda usou de certo sarcasmo quando falou do evento. Ele diz que foi legal, um jantar entre esposas. #Patrícia Abravanel, Robinson Faria e Fábio Faria não falaram sobre o assunto. O SBT, por sua vez, diz que não comenta a vida pessoal de seus funcionários e deu o assunto como encerrado para a imprensa.

Assista ao vídeo da íntegra da delação do diretor da empresa Ricardo Saud.

#Fabio Faria