Na próxima quarta-feira (10), o esperado encontro entre o juiz de primeira instância, Sérgio Moro, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será realizado em Curitiba. Essa será a primeira vez em que ambos irão se encontrar frente a frente. São esperados que milhares de seguidores do petista se desloquem até Curitiba para apoiar Lula.

Em entrevista ao UOL, o presidente do Diretório de São Paulo do Partido dos Trabalhadores, Paulo Fiorillo, não quis precisar ainda quantos ônibus serão fechados para deslocar a massa de militantes petistas. Diferente de Fiorillo, Adilson Sousa, presidente do diretório zonal da Freguesia do Ó/Brasilândia, que foi mais enfático em sua declaração e afirmou que são esperados mais de 50 mil petistas em Curitiba no dia do depoimento de Lula.

Publicidade
Publicidade

Não só militantes irão apoiar o ex-presidente em Curitiba. A expectativa é que boa parte do Diretório Nacional, deputados e senadores petistas também estejam por lá.

O PT quer fazer uma transmissão ao vivo, com telões do lado de fora do prédio da Justiça Federal.

Contrários

Alguns grupos opositores a Lula também estão organizando comboios até Curitiba. O Movimento Brasil Livre, grupo encabeçado pelo garoto Kim Kataguiri, já informou que alguns de seus representantes estarão presentes em Curitiba. #Dentro da política