O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mandou abrir uma #investigação para desvendar um "crime", no mínimo inusitado. O Departamento de Polícia Legislativa está trabalhando nas investigações para descobrir quem enviou envelopes com fezes para alguns deputados da casa e ministérios do governo federal.

Um dos presenteados foi o próprio #Rodrigo Maia, que recebeu um envelope cheio de fezes, conforme aponta reportagem publicada pelo portal IG e repercutida pelos principais veículos de comunicação do país.

O site "Brasil 247" revelou que os envelopes foram endereçados tanto a gabinetes de deputados como à sede de alguns ministérios e que, dentro deles, havia os endereço dos destinatários e papéis higiênicos sujos de fezes.

Publicidade
Publicidade

No caso de Rodrigo Maia, o envelope foi remetido ao gabinete de trabalho do deputado e recebido por um funcionário. A entrega teria acontecido no início desta semana.

De acordo com informações repassadas ao G1 pela Coordenação de Polícia Judiciária do Departamento de Polícia Legislativa, está sendo apurado de qual agência dos Correios partiu o despacho dos envelopes, assim como a possibilidade de identificação do remetente. A identificação deverá ser feita a partir de imagens de câmeras de segurança da agência.

Contravenção em momento delicado

O envio das fezes ocorre em um momento delicado enfrentado pelos políticos brasileiros, em que as acusações de corrupção e favorecimento assolam o país, respingando nas autoridades dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo.

Rodrigo Maia é um dos principais interlocutores do presidente Michel Temer (PMDB-SP) na Câmara dos Deputados e responsável pela articulação das reformas Trabalhista e da Previdência, tidas como impopulares.

Após as primeiras apurações sobre o envio dos envelopes, a Polícia Legislativa ai poder lavrar um termo circunstanciado. O procedimento ocorre porque o ato de remeter esse tipo de material não é considerado crime, mas contravenção, por ser uma brincadeira de mau gosto e ter baixo poder ofensivo. Depois, o termo deve ser encaminhado à Justiça.

Manifestações de apoio ao contraventor invadem redes sociais

Nas redes sociais, as manifestações de apoio ao possível "contraventor" que enviou os envelopes foram muitas.

Nos comentários dos sites de notícia, choveram comentários criticando Rodrigo Maia e agradecendo os autores do envio.

As manifestações exprimem a revolta da população contra os políticos e membros do Poder Legislativo. "Tinha que mandar pro Gilmar Mendes também. Aquele barrão bem cheiroso, daquele jeito", postou um internauta. "E o que é a Câmara senão um grande vaso sanitário? Mandaram o papel usado pro lugar certo", questionou outro leitor do site.

Muita gente usou o Twitter para comentar o fato. Alguns tuítes repercutiram a notícia com muito bom humor.

Mas, também não faltaram críticas ao deputado.

Publicidade

Um dos tuiteiros de plantão até agradeceu o autor das cartas.