A empresa "#Netflix", que transmite filmes e seriados, chamou atenção com um grande "outdoor" que foi colocado em Brasília, exatamente no saguão do aeroporto da cidade, lugar onde muitos políticos desembarcam e de fácil visualização.

A frase colocada no outdoor se remetia a um personagem do seriado "House Of Cards", o protagonista Frank Underwood. A frase foi a seguinte: "Escolher dinheiro em vez de escolher poder. Um erro que quase todos cometem". No enredo do seriado, Underwood disse a frase durante a primeira temporada, ele estaria se remetendo a um lobista chamado Remy Danton. Na história, o lobista foi assessor de Underwood, porém acabou indo para outro emprego no mercado privado.

Publicidade
Publicidade

A história de Frank Underwood tem muitas semelhanças com a #Crise política vivida no Brasil, ele é comparado ao presidente da República, #Michel Temer. Underwood foi caminhando até chegar a presidência, ele já foi presidente da Câmara, vice-presidente e finalmente o presidente oficial do país. O programa é americano.

Uma outra polêmica envolvendo "House Of Cards", foi quando escândalos políticos que ameaçam e ameaçaram o presidente Michel Temer vieram à tona, o streaming da série publicou na rede social Twitter, que em comparação com o Brasil e o seriado, a "competição" estaria se tornando muito difícil. A frase foi publicada quando executivos da empresa JBS fizeram delação premiada, relatando atos ilícitos do presidente Michel Temer.

O programa americano caminha para a sua quinta temporada.

Publicidade

No último dia 30 de maio, todos os últimos episódios já ficaram disponíveis na Netflix.

Presidente da República em crise

O presidente Michel Temer foi delatado por Joesley Batista, dono da JBS. Em depoimento para a Procuradoria Geral da República, Joesley conta que Temer teria dado abertura para a "compra do silêncio" do ex-presidente da Câmara dos Deputados e ex-deputado Eduardo Cunha e do operador Lúcio Funaro. A Operação Lava Jato já colocou na cadeia tanto Cunha quanto Funaro.

Após observarem as denúncias, o assessor especial de Michel Temer, Sandro Mabel, disse que isso poderia causar uma grande estrago. Ao avaliar a posição de Temer durante gravações telefônicas que foram feitas clandestinamente, Mabel diz que uma das frases de Temer é usada em qualquer momento ou lugar. Mabel também diz que o momento seria de pensar na situação do Brasil e não apenas em "soluções políticas".