Todos nós já pudemos notar a revolta que vem se instalando em nosso país é grande, praticamente em todas as mídias sociais o que se vê é uma enxurrada de criticas ao atual governo, e também à classe política.

Muitos programas de televisão, como os telejornais, o que vem sendo mostrado é muito desgosto da população com a situação em que se encontra a justiça em nosso país.

Como parte da situação que está atingindo todos os públicos, a insatisfação que foi transmitida neste domingo (11) ,no programa do Faustão, pelo próprio apresentador e algumas de suas celebridades convidadas para o programa, certamente reforçou o descontentamento que reflete a #Crise no Brasil.

Publicidade
Publicidade

O apresentador da maior rede de televisão aberta do nosso país não só fez uma crítica ao que estamos vivendo, mas também promoveu um desabafo geral dos seus convidados.

O debate

Fausto disse que estamos vivendo uma situação muito difícil, e que é lamentável o nosso país ser o único no mundo onde a Justiça Eleitoral consome mais de R$5 milhões por dia.

Dando seguimento ao debate, um dos principais representantes católicos, padre Fábio de Mello, destacou que a situação em que foi levado o presidente da República e sua antecessora, foi uma vergonha, se referindo ao julgamento do TSE [VIDEO]. E completou dizendo que todas as pessoas, mesmo aquelas que possuíam opiniões contrárias, hoje estão unidas e indignadas pela mesma causa e que somos um país onde nem ao menos podemos contar com a Justiça, algo que é lamentável, e que cabe a população lutar por uma mudança.

Ainda na discussão, o sambista Diogo Nogueira exaltou sua insatisfação: "esses caras são todos um bando de otários". E Fausto Silva emendou, falando "que o Brasil não vai para frente por causa dessas pessoas que ficam na administração", utilizando a palavra otários novamente para se referir à classe política.

Publicidade

E aproveitou para deixar um recado como comunicador para todos terem em mente o que está acontecendo para a próxima eleição. "De nada adianta reclamar de quem está lá se quem os elege somos nós", e concluiu dizendo que "país rachado só interessa a corruptos unidos".

Qualquer pessoa que passa a sua tarde de domingo em casa e assiste aos programadas da Rede Globo, principalmente o programa do Faustão pode ter visto que as críticas apresentadas de modo geral, tem sido diretamente à classe política, e tem se intensificado muito nos últimos dias, mas nenhum tinha sido tão explicito e escancarada como a do programa deste domingo (11).

Mas no final das contas, cabe à população debater e analisar a situação em que estamos vivendo, pois os principais atingidos no final de tudo somos nós. #Faustao #TSE