Michel Temer tomou mais uma pancada neste sábado (24). O instituto de pesquisa Datafolha divulgou os números da avaliação popular do peemedebista. Segundo matéria da Folha de S. Paulo, o peemedebista tem a segunda pior aprovação desde a redemocratização, com apenas 7%.

Segundo o Datafolha, desde a queda do regime militar, apenas um chefe do Executivo foi avaliado de forma pior, José Sarney, em setembro de 1989, quando apenas 5% da população o aprovava. A impopularidade de Temer ainda pode ser comparada com a de Sarney em outros números. Naquele momento, 68% dos entrevistados consideravam o governo do primeiro presidente pós-regime militar ruim ou péssimo.

Publicidade
Publicidade

Atualmente, os números de Temer são ainda pior. 69% o consideravam ruim ou péssimo.

A situação de Michel Temer é ainda pior se comparada com a de Dilma Rousseff pouco antes dela sofrer o impeachment, em abril do ano passado. A petista tinha a aprovação de 13%, quase o dobro do que o peemedebista tem hoje.

A avaliação de Temer continua em franca queda. Pouco depois de assumir, em julho de 2016, 31% consideravam seu governo ruim ou péssimo, como é possível observar, em um ano, esse número mais do que dobrou. Na avaliação anterior, em abril desse ano, a avaliação era de 61%. #Dentro da política