O deputado #Jair Bolsonaro, depois de várias pesquisas feitas por vários meios de comunicação, aparece em primeiro colocado na apuração do Instituto Paraná Pesquisa, derrubando o ex-presidente Lula. Não bastasse, Lula ainda caiu para a terceira posição, de acordo com a pesquisa. Quem ficou em segundo lugar foi o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa.

No ano de 1992, após o impeachment do ex-presidente Collor, a população brasileira ficou praticamente vendo o país ser governado por dois partidos: de um lado o PSDB, considerado um partido de centro-esquerda; do outro o PT: considerado um partido completamente de esquerda.

Agora, surgem candidatos com perfis e ideologias diferentes.

Publicidade
Publicidade

O exemplo mais claro é a representatividade ideológica do deputado Jair Bolsonaro, que aparece como opção da direita. Há quem diga, no entanto, que ele representa a extrema-direita. Mas o deputado não se considera um extremista. Na sua concepção, ele representa apenas a direita mais conservadora do Brasil.

No decorrer dos últimos dois anos, o ex-capitão do exército e hoje deputado federal, teve uma ascensão e uma grande aprovação da população, que o recebia com muita pompa, alegria e gritos de “mito”, sobretudo na saída e chegada dos aeroportos dos quais ele embarcava.

No meio de toda essa expectativa para a próxima eleição, aconteceram várias pesquisas presidenciais para saber quem se colocava melhor. Bolsonaro quase sempre ocupava a segunda colocação – nunca a primeiro –, tendo sido o ex-presidente Lula sempre o ocupante da primeira vaga das pesquisas.

Publicidade

No entanto, a pesquisa feita pelo Instituto Paraná Pesquisa mostrou que se acontecesse hoje a votação para presidente, o deputado Jair Bolsonaro (PSC) ficaria com o posto de mais votado no Distrito Federal com 19,9%. Logo depois dele, viria Joaquim Barbosa, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), com (14,1%). E no terceiro lugar, estaria o ex-presidente Lula com 13,2%.

Jair Bolsonaro nunca tinha estado na liderança das pesquisas. E é a primeira vez que Lula deixa o posto de primeiro colocado, saltando duas posições para trás, e ficando em terceiro.

O declínio do ex-presidente Lula favoreceria o senador do Paraná Alvaro Dias, filiado ao Partido Verde que assina ficha no Podemos, no primeiro dia do próximo mês, para se candidatar à presidência. O senador aparece como mais uma alternativa de escolha para esquentar ainda mais as próximas pesquisas que ainda serão realizadas. #Lula Pesquisas #Bolsonaro lidera pesquisas