O ex-presidente da República, Luiz Inácio #Lula da Silva, está sendo investigado e já é réu em cinco casos, três deles são no âmbito da operação #Lava Jato. O petista vem sempre atacando os investigadores e procuradores e sempre afirma que é perseguido pelo juiz federal responsável pela Lava Jato, Sérgio Moro.

Lula concedeu uma entrevista à rádio "Tupi AM", do Rio de Janeiro, e aproveitou para expor todas suas opiniões e falar sobre o seu caso mais avançado, o do tríplex, no Guarujá, litoral de São Paulo, onde a decisão final será feita em breve, já que o caso está em suas alegações finais.

Recado de Lula

O ex-presidente falou sobre a acusação de receber propina da OAS por meio da posse do apartamento e mandou diversos recados para os procuradores da operação, pedindo a exoneração dos mesmos, pelo fato de terem "mentido" durante o processo e descumprido as ordens legais que a investigação deve seguir.

Publicidade
Publicidade

Ainda afirmou que a acusação é uma "grande piada" e que os procuradores não sabem sair da "grande mentira" que criaram.

Lula ainda citou a "Rede Globo de Televisão", afirmando que a emissora fez parte da criação dessa mentira que se formou em volta dele.

O petista disse algo que soou como um recado para todos, afirmando que agora só espera o juiz Moro analisar o caso e anunciar a sua inocência.

Lula pode não se candidatar

O ex-presidente já assumiu seu desejo de se candidatar à presidência da República em 2018, porém o petista já é réu em cinco casos, todos em primeira instância, e se alguns desses passar a ser investigado em segunda instância, Lula não poderá mais se candidatar a qualquer cargo político, já que sua ficha será suja.

Cabe ao juiz federal Sérgio Moro dar a sentença final ao caso.

Publicidade

O MPF (Ministério Público Federal) já pediu a prisão do ex-presidente alegando que o imóvel não está no nome de Lula para não incriminá-lo, por isso, continuou em nome da empresa "OAS", e seria um outro crime, pois, além de receber propina, o ex-presidente estaria ocultando um patrimônio.

Com a ausência de Lula nas eleições de 2018, um espaço abre para seu opositor, o deputado federal Jair Messias Bolsonaro, que ocupa o segundo lugar nas pesquisas presidenciais e em uma feita desconsiderando a candidatura do ex-presidente Lula, o Bolsonaro ficou em primeiro lugar.

Lula é dono da maior rejeição entre os pré-candidatos, mas também é o primeiro lugar absoluto em qualquer pesquisa, agora tem que conseguir se defender dos casos em que é acusado. #Eleições 2018