A primeira-dama #Marcela Temer foi uma das que sentiu muito com os diversos ataques sofridos pelo seu marido e presidente #Michel Temer. Segundo algumas informações, ela está extremamente abatida e ficará isolada pelas próximas semanas. Ela não quer conversar muito e prefere manter o silêncio.

Temer tem sido o grande alvo do empresário dono da JBS, Joesley Batista, após seus depoimentos à Polícia Federal (PF). O presidente se prepara para a denúncia que irá ser protocolada pela Procuradoria-Geral da República na Câmara dos Deputados e precisa urgentemente de apoio para não ter o processo indo em direção ao Supremo Tribunal Federal (STF), o que seria de grande perigo para o peemedebista, já que alguns ministros da Corte ainda não definiram suas posições.

Publicidade
Publicidade

Em uma entrevista à revista Época desta semana, Joesley Batista fez fortes declarações contra Temer. Ele chegou a dizer que o peemedebista é o chefe da organização criminosa e confirmou que Temer tentou "comprar" o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha.

Temer já deixou certo que vai processar o empresário diante dessas declarações e o governo afirmou que Joesley tem ódio de Temer devido a ele sempre encontrar as portas fechadas na administração federal para suas intenções.

Rápida comemoração

No dia 09 de junho, após o presidente escapar da cassação da chapa Dilma-Temer por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Temer e Marcela foram comemorar a decisão na casa do deputado Alexandre Baldy (Podemos-GO), onde ocorreria uma festa pelo aniversário do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Publicidade

Temer e Marcela estavam muito contentes com a decisão do TSE e comemoravam bastante. De acordo com o porta-voz, Alexandre Parola, essa decisão garante o bom funcionamento da democracia.

No evento, teve música ao vivo, serviço de buffet, bebidas e charutos. Porém, a alegria não durou muiito.

Viagem

Diante de todos esses problemas vividos por Temer e que estão afetando também a primeira-dama, o presidente decidiu viajar para tentar mostrar lá fora que a situação do país está tranquila e sob controle. Temer ficará quatro dias na Rússia e na Noruega buscando acordos comerciais e investimentos.

Na tarde desta segunda-feira (19), será divulgado um vídeo gravado pelo presidente onde ele repudia todos esses ataques contra sua pessoa e pede a punição dos criminosos. O vídeo será divulgado nas redes sociais. Na gravação, o peemedebista não chegou a citar o empresário Joesley Batista, mas a indireta com certeza foi para ele. #Delação