O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO),é acusado em um inquérito de lesão corporal. O caso teria acontecido em 2010. Ele é acusado pelo ex-prefeito da cidade de Turvânia, Goiás, que enfatiza que o atual senador teria pedido para que seguranças o agredissem. Na época da acusação, Ronaldo Caiado era deputado federal e estava em fase de campanha eleitoral para conseguir manter seu mandato na Câmara dos Deputados.

A Polícia Civil levou cerca de 7 anos para concluir esse inquérito, o que deixou a juíza Luciana Nascimento Silva "curiosa". O fato da Polícia demorar tanto tempo para terminar as investigações e ainda concluir que o pedido de agressão não foi comprovado, fez com que a juíza entrasse com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF).

Publicidade
Publicidade

Conforme mudanças acontecendo semanalmente no Supremo, restringir foro privilegiado para crimes que forem praticados durante mandato poderia "resolver" o caso de Caiado em primeira instância. O ministro Alexandre de Moraes entrou com um pedido de vista sobre as discussões relativas ao fim do foro privilegiado para políticos. Agora, basta esperar para saber como será a apuração dessa acusação antiga que Caiado vem sofrendo.

Ronaldo Caiado quer se presidente

O senador talvez seja candidato para a presidência da República em 2018. Agora, ele tem até um vice presidente em vista, José Mário Schreiner, presidente da Federação de Agricultura de Goiás (FAEG). Parece que Schreiner não está muito satisfeito no PSD e estaria tentando se aproximar de Caiado.

As delações premiadas da Odebrecht também influenciaram o senador Ronaldo Caiado.

Publicidade

Ele seria um dos nomes a ser chamado pelo PMDB para garantir um governo em Goiás. Os líderes do PMDB olham para Caiado como uma alternativa para o governo goiano, pois após o deputado Daniel Vilela ser acusado de crimes como caixa dois eleitoral e ter a imagem prejudicada, Caiado surge como uma "esperança".

O nome de Vilela na lista do ministro e relator dos processos da Lava Jato no Supremo, Edson Fachin, a chamada "lista de Fachin", fez com que fragilizasse o deputado federal Vilela. Prefeitos da cidade de Catalão, Formosa e Rio Verde, são alguns que colocam Ronaldo Caiado como uma boa opção. Os prefeitos pedem que Caiado se filie ao PMDB, pois o partido também teria sido um dos responsáveis pela eleição de Caiado no Senado Federal. Há também a questão do DEM (Democratas) ter uma pequena visibilidade no interior de Goiás, o que também se torna expressivo para a possível filiação. #Eleições 2018 #RonaldoCaiado #Crime