A #deputada Jozi Araújo está sendo investigada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ela é acusada de crimes de lesão corporal e ameaça. Jozi é deputada pelo partido político PODE, no Amapá. Noel dos Santos Almeida relata que emprestou cerca de R$ 35 mil para a campanha eleitoral da deputada em 2014, mas até agora não recebeu o valor de volta. Ele conta que lhe foram entregues três cheques sem nenhuma garantia. Os cheques que a deputada lhe deu para quitar a dívida são sem fundo e suas tentativas de cobrar a política foram sem resultado.

O denunciante contou que em setembro de 2015 uma denúncia foi feita através da Polícia Civil do Amapá.

Publicidade
Publicidade

No boletim de ocorrência, Almeida afirma que havia se encontrado com Jozi Araújo no aeroporto de Macapá. A deputada estava acompanhada de seu irmão e de mais uma pessoa. Almeida relata que tanto a deputada quanto seus outros dois acompanhantes o ameaçaram, disseram que os dias estariam contados e, que, se caso Almeida falasse algo, as coisas iriam se resolver de forma muito mais rápida.

Tortura

Após o episódio no aeroporto, Almeida conta que o advogado de Jozi, Leitinho, o procurou para que ele devolvesse os cheques, pois a dívida seria quitada. Nada aconteceu e no dia 30 de setembro de 2015, Almeida teve uma surpresa: três pessoas encapuzadas chegaram até sua residência e apontaram uma arma em sua cabeça. Sendo vitimizado, o denunciante disse que os encapuzados o levaram até uma construção que havia ao lado, torturaram e bateram em Almeida.

Publicidade

Os torturadores diziam que queriam os cheques e falaram que se caso isso não acontecesse, iriam arrancar a unha de Almeida, eles estavam com um alicate nas mãos. No boletim, Almeida declara que arrancaram sua unha e que os torturadores disseram que, da próxima vez, iriam arrancar a mão de Almeida.

O ministro Dias Toffoli analisou o caso e considera uma denúncia de caráter grave. A princípio, Toffoli solicitou que a deputada Jozi Araújo se manifestasse sobre o ocorrido.

Resposta da deputada

Jozi Araújo afirmou que Noel Almeida seria um "mentiroso" e que, nesse caso, ela é quem está sendo vítima da situação. Jozi conta que há mensagens de Almeida a ameaçando de morte e que ela já teria feito denúncias na Polícia Federal e na Polícia Civil. A deputada nega crimes de #tortura e nega ter pedido emprestado dinheiro para Almeida. Jozi conta que Almeida foi um dos "simpatizantes" de sua campanha, mas não sabe explicar quais as formas com que ele contribuiu. #Crime