#Soninha é uma das políticas mais conhecidas da cidade de São Paulo. Frequentemente, ela está em programas de televisão devido as suas opiniões polêmicas. Atualmente, Soninha chegou a trabalhar na Secretaria de Assistência Social da Prefeitura paulista, cujo comando está com o tucano João Doria.

O que pouca gente sabe é que a relação da secretária com a área também envolve uma paixão amorosa. Ela acabou se apaixonando por um ex-morador de rua e está vivendo um grande amor ao seu lado.

Em abril, a vereadora decidiu abandonar a secretaria e agora relata o quanto foi difícil assumir essa paixão. O relato foi dado ao jornal Folha de S.Paulo neste sábado (17).

Publicidade
Publicidade

Soninha vive com ex-mendigo e revela: 'Foi muito difícil'

Atualmente, Soninha, mesmo fora da secretaria, continua a conviver com o problema dos sofredores de rua em sua casa. Ela está morando com Paulo Sérgio Rodrigues Martins, de 41 anos. Paulo passou metade de sua vida morando nas ruas.

Ele ficou 20 nessa condição. A vereadora conta que estava fazendo um trabalho social quando viu aquele homem à sua frente. De acordo com a #Política, a atração pelo morador de rua foi instantânea.

Mesmo morando com ela, Paulo mantém hábitos do passado. O ex-mendigo não gosta, por exemplo, de dormir em um colchão. Ele prefere um simples cobertor no chão, mostrando tamanha simplicidade em seus hábitos.

Política diz que não suportava processo de abstinência de companheiro

Os dois começaram a se relacionar ainda em 2014, mas toda a relação foi complicada.

Publicidade

Apenas em 2017 as coisas ficaram mais tranquilas e eles foram morar juntos. Soninha não esconde que namorar um sofredor de rua foi algo extremamente tumultuado.

De acordo com a política, o companheiro sofria de alcoolismo e quando estava bêbado perdia o controle. Sem o álcool, ele era uma pessoa amável. Atualmente, Paulo não tem mais vontade de beber, mas no processo de largar a droga Soninha contou com uma ajuda especial, a da família dele.

Uma irmã de Paulo dizia para a vereadora que não sabia como ela aguentava. A polícia agora confessa que amava o ex-morador de rua, mas que realmente não suportava tudo aquilo.

A razão do silêncio por três anos

A vereadora diz que não tinha contado o seu "segredo" até agora porque ele não estava bem, o casal passava por dificuldades e ela não queria que a mídia prejudicasse ainda mais tudo.

Como tudo está melhor agora e os dois somente andam juntos, Soninha decidiu revelar a sua paixão diferente. #VereadoraSoninha