A condenação do ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva foi confirmada pelo juiz Sergio Moro nesta quarta-feira (12). Lula permanece em liberdade. Moro disse que não determinou a prisão do ex-presidente por prudência. O petista foi condenado no caso de reforma e compra de um tríplex localizado no Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele foi condenado com 9 anos e 6 meses de prisão. Sergio Moro disse que Lula aparece em dois depoimentos mandando eliminar provas dos crimes.

Segundo o juiz, Lula [VIDEO] estava sendo orientado por seus advogados para usar táticas questionáveis e que estava dentro lei caso mantivesse o ex-presidente em prisão preventiva.

Publicidade
Publicidade

Moro relatou que o ex-presidente [VIDEO] entrou com ações a pedido de indenização contra testemunhas e jornalistas que expuseram fatos relevantes sobre o caso.

Acrescentou dizendo que o ex-presidente Lula fez declarações inadequadas durante o processo. O juiz deu um exemplo em que o petista diz que, se alcançasse à Presidência da República, iria colocar procuradores e delegados da Polícia Federal na cadeia. Segundo Moro, o ex-presidente tentou intimidar a Justiça a não cumprir seu dever.

O PT chama o povo para fazer manifestações

O deputado federal Carlos Zarattini, líder do Partido dos Trabalhadores, disse, nesta quarta-feira (12), que está mobilizando as pessoas de todo o país para fazerem protestos contra a decisão de Moro na condenação do ex-presidente. O deputado comparou a condenação de Lula como um atentado à democracia do Brasil.

Publicidade

Segundo Zarattini, já foi encaminhado pela senadora Gleisi (PT-PR), presidente do partido, informações a todos os diretórios municipais e regionais para conseguirem fazer uma grande manifestação. O deputado sugeriu que as pessoas que participarem da manifestação vão para frente de fóruns. Terminou dizendo que a ação do juiz não foi amparada pela lei.

Lula fez ironias durante depoimento

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou do processo contra Gleisi Hoffmann como testemunha de defesa. Ela está na condição de investigada na Operação #Lava Jato desde fevereiro. A ação tramita no Supremo Tribunal Federal, pois a senadora Gleisi tem foro privilegiado. O depoimento feito à Justiça Federal na sexta-feira passada (7).

Lula ficou bastante tenso após a pergunta do juiz sobre a nomeação de Paulo Roberto Costa para assumir o cargo de diretor de Abastecimento na Petrobras. O ex-presidente respondeu de forma irônica. Primeiro disse que sempre tinha que estar repetindo tudo que já disse em depoimentos passados, e que, se tivesse chance, iria mostrar para o Ministério Público como se faz política com coalizão e iria nomear agentes que faziam parte do MP. #SérgioMoro