A notícia de um possível #Suicídio está sendo divulgada pelo blog PopTests. De acordo com as informações da reportagem, um homem chamado Josué Martins, 46 anos, ficou extremamente abalado com a notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio #Lula das Silva seria condenado a nove anos e meio de prisão e acabou se suicidando.

Segundo a sua família, Josué era muito fanático pelo #PT e tinha Lula como o seu grande ídolo. Ele recortava revistas e jornais de notícias que falavam sobre o petista. Desempregado desde 2013, Josué vivia pensando no PT e a sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro foi um grande 'balde de água fria' para sua vida.

Publicidade
Publicidade

Ao saber da notícia, ele saiu de casa transtornado, chorando muito e foi para o bar amenizar a dor com a bebida. Horas depois, chegou a notícia da morte do petista. A amargura foi tanta que seu coração não aguentou.

A notícia está tendo grande repercussão na internet, apesar de ainda não ser comprovada oficialmente.

Tropa de choque

A tropa de choque do PT está arrasada com a condenação do ex-presidente e declarou guerra contra o juiz Sérgio Moro. A presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann, enviou uma carta para os diretórios regionais e municipais da sigla para que organizem manifestações e pressionem o Tribunal Regional Federal (TRF) a rever a sentença de Moro.

O medo dos militantes petistas é que o tribunal possa aceitar a sentença e Lula ficar inelegível para as eleições de 2018, o que seria um grave problema para o PT.

Publicidade

Lula fez um pronunciamento na manhã desta quinta-feira (13), se mostrando indignado com a condenação. Ele avisou que não está fora do jogo e que pretende concorrer nas eleições do ano que vem.

Ataques a Moro

Após o discurso do ex-presidente, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, o senador Lindbergh Farias e outros parlamentares ligados ao partido decidiram se unir e tentar a todo custo que Lula seja candidato para o ano que vem. Gleisi lamentou a decisão de Moro e o chamou de covarde. Ela também acusou o juiz de destruir a democracia.

Sérgio Moro declarou na sentença que não sentia nenhuma satisfação pessoal em condenar o ex-presidente [VIDEO], mas afirmou que um ex-presidente da República tem uma responsabilidade muito grande em tudo o que acontece a sua volta. Para Moro, Lula é culpado de toda essa corrupção e só não iria decretar a sua prisão por "prudência", já que ele foi um presidente da República. O juiz deixou essa decisão de sua prisão em regime fechado para a Corte de Apelação.