O levantamento do Instituto Paraná Pesquisas para as #Eleições presidenciais do ano que vem, divulgado na última terça-feira (11), mostrou o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) à frente do principal concorrente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nos dois cenários pesquisados no estado do Rio de Janeiro.

Outro ponto que chama a atenção no levantamento é a confirmação do apoio que o parlamentar recebe entre os eleitores mais jovens. Bolsonaro vence Lula com folga [VIDEO] nas faixas entre 16 a 24 anos e entre 25 a 34 anos.

O apoio a #bolsonaro surpreende e vai na contramão dos críticos do pré-candidato, que afirmam que ele é retrógrado e tem ideias e pensamentos de décadas passadas.

Publicidade
Publicidade

Mais jovens

Entre os eleitores que têm entre 16 a 24 anos, Bolsonaro alcança incríveis 36,6% dos votos. Lula é o segundo colocado com menos da metade, apenas 15%. Marina Silva (Rede) tem 8%; João Dória, 7,9%; e Joaquim Barbosa, 7,3%.

Embora o apoio dos mais jovens a Bolsonaro não tenha uma explicação definitiva, uma delas pode ser a força que o parlamentar tem nas redes sociais, bastante frequentadas pelo extrato mais jovem da população.

Somente no Facebook, Bolsonaro é o político brasileiro com mais seguidores, ultrapassando a marca de quatro milhões de seguidores. As postagens do deputado federal têm alcance estrondoso.

Entre os eleitores que têm entre 25 a 34 anos, Bolsonaro é lembrado por 26,8% dos eleitores. Lula aparece na segunda posição, com 14,5%. Novamente, o deputado federal tem quase o dobro de votos do ex-presidente na Cidade Maravilhosa.

Publicidade

Outro fator que torna o apoio Bolsonaro ainda mais impressionante é que o Rio de Janeiro sempre foi tradicionalmente ligado à esquerda, ainda mais entre os mais jovens, que costumam ser mais liberais que os mais velhos em muitos temas.

Na faixa de 35 a 44 anos, Bolsonaro também fica na frente de Lula. O placar mostra 27,1% contra 15,1%. Entre os eleitores que têm idade que vão de 45 a 59 anos, o deputado federal também aparece à frente do petista, com 21,3% contra 19,5%.

Mais velhos

O calcanhar de aquiles de Jair Bolsonaro em todas as pesquisas é a baixa quantidade de votos que o parlamentar recebe na faixa de eleitores mais velhos – acima de 60 anos.

No levantamento do Paraná Pesquisas, Bolsonaro aparece com 9,8%, enquanto Lula tem 22,2%. Joaquim Barbosa, com 12,7%, e João Doria, com 10,8%, também aparecem à frente do parlamentar.

Uma das explicações possíveis para o baixo apoio entre os mais velhos é que Bolsonaro não é figura muito conhecida por quem só assiste TV. O ponto forte do deputado são as redes sociais.

Caso a candidatura à presidência seja confirmada, Bolsonaro terá que trabalhar bastante a sua imagem entre os eleitores mais velhos, que são conservadores no sentido de votarem em um político mais conhecido do que em um que pouco conhecem.