Publicidade
Publicidade

Chega ao fim a novela. #bolsonaro finalmente decidiu por qual partido irá concorrer as eleições presidenciais em 2018. Após a recente troca de partido em que o Deputado Federal abandonou o Partido Progressista (PP) e filiou-se ao Partido Social Cristão (PSC), agora Bolsonaro anunciou que irá concorrer pelo Partido Ecológico Nacional (#PEN).

De acordo com Adilson Barroso, presidente nacional da sigla, o acerto depende apenas da assinatura final, que só poderá ser feita durante a janela partidária — ou seja, o período de 30 dias em que os parlamentares podem trocar de legenda sem perder o mandato.

Além desta novidade, a página oficial do partido divulgou uma votação ao vivo com possíveis novos nomes para o partido, denunciando a intenção de mudá-lo, e o post foi compartilhado na página oficial do pré candidato Jair Bolsonaro as sugestões são:

  • 1 - Patriota
  • 2 - Prona
  • 3 - Partido Ecológico Nacional
  • 4 - Pátria Amada Brasil
  • 5 - Republicanos

O PEN conseguiu, nas eleições gerais de 2014, eleger dois deputados federais em todo o país, André Fufuca e Júnior Marreca, sendo os dois no estado do Maranhão.

Publicidade

O PEN é um partido que tem como ensino de base os conceitos da Social Democracia Cristã, com ações e projetos voltados à ecologia e à sustentabilidade. Não se sabe se o partido pretende alterar seus valores, que estão disponíveis para consulta no site oficial do PEN.

Bolsonaro é um nome relevante para 2018. Já é dono da segunda colocação nas pesquisas para 2018, ficando apenas atrás do ex-presidente Lula que recentemente foi condenado a 9 anos pelo Juiz Federal Sérgio Moro. Em caso de impedimento da candidatura de #Lula, é bastante provável que Jair Bolsonaro assuma o primeiro lugar na corrida presidencial.

A cerca de duas semanas atrás houve boatos de que O PSDC (Partido Social Democrata Cristão) e Bolsonaro estavam flertando e tentando acertar uma parceria para 2018, porém, o presidente do PSDC negou uma declaração do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que havia dito estar “namorando” com a legenda para disputar a Presidência em 2018.

Publicidade

Segundo o blog "O Antagonista", em novembro de 2016, Bolsonaro estaria entre PRB e PR, alimentando ainda mais a ansiedade dos apoiadores do deputado para saberem para qual partido ele realmente iria. Agora, porém, essa dúvida chegou ao fim. Bolsonaro executou aquilo que planejava, achou um partido que disponibilizou-lhe a vaga para concorrer à presidência e sem envolvimentos em qualquer esquema de corrupção, ao menos até onde se sabe.