O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), como quase em toda entrevista, retornou a falar sobre o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva (PT) quando estava discursando novamente em um ato de zeladoria Cidade Linda, na Zona Sul da capital, que faz limite com São Bernardo do Campo, lugar onde Lula gosta de fazer suas campanhas eleitorais. O prefeito disse, na ocasião, que não estava ali no local para se autopromover.

Porém, como a cidade de São Bernardo do Campo sempre lembra o ex-presidente, Doria resolveu alfinetar mais uma vez Lula e, de quebra, ainda se lembrou da ex-presidente Dilma, chamando-a de "anta". O psdbista disse que a população não poderia se esquecer da destruição que os dois ex-presidentes fizeram ao Brasil.

Publicidade
Publicidade

O prefeito enfatizou ainda que foram 13 anos de uma gestão de pura redução econômica.

Doria usa a expressão 'vagabundagem' para se referir aos petistas seguidores de Lula

Os participantes do evento passaram a ficar eufóricos com o discurso de Doria e começaram a gritar ‘’Lula na cadeia [VIDEO]’’. O prefeito pareceu entrar na onda e comentou sobre como anda a Justiça do Brasil na sua visão.

Ele disse que a Justiça foi executada e continuará ainda a ser feita. Doria mandou um aviso para os petistas, dizendo que aqueles que se baseiam pelo ex-presidente Lula estão, na realidade, tendo como influência o incentivo à "vagabundagem".

Ainda que, durante o evento, Doria tenha afirmado que não queria se autopromover, ali realmente estava parecendo um discurso eleitoral.

Como Doria acha que Lula será vencido nas eleições

De acordo com o prefeito, é através do voto que Dilma, Lula e vários outros petistas "sem-vergonhas" serão derrubados.

Publicidade

Ele pontuou também que antes de Lula ser preso, ela será condenado pelo voto do povo.

Depois do discurso, Doria ainda recebeu foi ovacionado aos gritos pelos participantes, que o chamavam de "presidente".

Lula foi condenado pelo juiz federal Sergio Moro esta semana a 9 anos e 6 meses de prisão

Lula foi condenado, na semana passada, a 9 anos e 6 meses de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos casos da Operação Lava Jato em primeira instância. O ex-presidente foi condenado pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e também por ter favorecimento com o tríplex em Guarujá, São Paulo.

O juiz Sergio Moro recebeu a acusação do Ministério Público Federal, que afirmava que Lula tinha angariado propina, entre os anos de 2006 a 2012. As empresas envolvidas são a Petrobras e a OAS.

A defesa do ex-presidente disse que o julgamento do juiz Sergio Moro mancha o país por não levar em conta as provas que levam a crer na inocência de Lula. Ainda completou dizendo que não existia nada contra o ex-presidente que levasse a sua condenação. #João Dória #Lula na cadeia