O juiz Sergio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT/SP) a nove anos e seis meses de prisão em regime fechado. Como essa decisão ocorreu em Primeira Instância, Lula ainda poderá recorrer na segunda instância em liberdade. Na justificativa do pedido de prisão, o ex-presidente é acusado pelo Ministério Público por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, pois teria recebido R$ 3,7 milhões da empreiteira OAS na reforma de um triplex, no Guarujá, com benefícios para a empreiteira nos contratos com a Petrobras. A divulgação pelos meios de comunicação sobre a condenação [VIDEO] do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ocorreu concomitantemente à discussão do parecer favorável do relator Sergio Zveiter na #Câmara dos Deputados.

Publicidade
Publicidade

Começa debate do parecer favorável de Sergio Zveiter na CCJ

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), da Câmara dos Deputados, começou hoje (12) a debater o parecer favorável do relator Sergio Zveiter, sobre denúncia do crime de corrupção passiva contra o presidente da República Michel Temer. A denúncia é oriunda da Procuradoria Geral da República, e após esta discussão, terá de ser votada no plenário da Câmara, precisando de 342 votos para que o Supremo Tribunal Federal (STF) possa examiná-la.

Leitura do parecer foi feita na segunda-feira (10)

O deputado Sergio Zveiter, da CCJ, procedeu a leitura do seu parecer na segunda-feira (10). Diversos posicionamentos foram feitos antes desse procedimento de Zveiter, entre eles, o delegado Waldir (GO) reclamava sua substituição pelo Palácio do Planalto pelo deputado Bilac Pinto (MG), que votaria contra o parecer de Zveiter.

Publicidade

Antecipando seu voto a favor do parecer de Zveiter, o delegado Waldir enfatizou: “Isso é interferência de um Poder no outro. Fui tirado de forma humilhante”, destacou o deputado.

Tramitação desse processo deve ultrapassar 40 horas

Serão necessários 34 votos na CCJ para que a fundamentação de Zveiter seja aprovada. Na votação, deverão fazer uso de palavras, 66 deputados titulares da CCJ, 66 suplentes e 40 deles que não são desse conjunto, sendo 20 favoráveis ao posicionamento de Zveiter e 20 contra. A previsão é de que esse processo ultrapasse 40 horas.

Advogado afirma que Temer é inocente e faltam provas contra ele

Defendendo o presidente Michel Temer, o advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira afirmou na Câmara que seu cliente é inocente e acredita haver inconsistência de provas contra ele neste processo. #Condenação #contratos