O ex-#Presidente da República Luiz Inácio #Lula da Silva já afirmou o seu desejo de reafirmar com a população brasileira o compromisso de governar o país, porém, o petista é réu em cinco casos e caso se torne, em um deles, julgado em segunda instância, não poderá se candidatar a qualquer cargo público segundo a lei da ficha limpa.

Lula, nesta quarta-feira, participou de um congresso do Partido dos Trabalhadores (PT) com a nova presidente Gleisi Hoffmann, e em sua fala o ex-presidente relembrou que muitos estão comemorando porque Michel Temer talvez não dure mais uma semana na presidência da República, dentro do seu discurso citou quem está se preparando para assumir o cargo.

Publicidade
Publicidade

Lula fala quem irá assumir

O petista lembrou que ninguém quer mais o impeachment do que ele, porém, relembrou que apoia as 'Diretas Já' mas com a saída de Michel Temer afirmou que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (PMDB), já está se preparando para assumir a presidência da República.

Segundo o ex-presidente, Maia também é um "golpista", já que o próprio denomina assim quem apoiou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Lula candidato à presidência?

O Lula afirmou que o próximo presidente será Rodrigo Maia, já que as 'Diretas Já' precisaria de uma emenda na Constituição Federal e quando uma PEC (Projeto Emenda Constitucional) é aprovada, só é válida a partir das próximas eleições, ou seja, de qualquer forma as eleições diretas só poderiam acontecer depois de 2018, quando não haveria mais a necessidade.

Publicidade

O ex-presidente da República tem um grande desejo de representar a legenda 13 nas eleições de 2018 e, por isso, tenta se defender das acusações que envolvem seu nome. O caso do tríplex no Guarujá, Litoral de São Paulo, é o mais avançado que envolve o nome de Lula e a sentença será dada, em breve, pelo juiz federal responsável pela operação Lava Jato, Sérgio Moro.

O juiz federal espera para dar a sentença final do caso de Lula, enquanto o ex-presidente se diz tranquilo e esperando a sua absolvição, já que afirmou que se for condenado não compensa ser honesto no Brasil. Lula é acusado de ter recebido o imóvel de três andares, no Guarujá, como forma de propina da empreiteira OAS, na qual firmou contratos com a Petrobras durante o governo do ex-presidente.

O petista é o primeiro colocado nas pesquisas presidenciais e acredita que se elegerá, caso ocorra as eleições diretas nos tempos atuais. #Eleições 2018