A próxima quarta-feira (2) será marcada por mais uma sessão na Câmara dos Deputados que promete parar o Brasil. O plenário da Casa Legislativa irá votar se dará prosseguimento a denúncia contra Michel Temer feita pela Procuradoria-Geral da República por corrupção.

No último final de semana antes da votação, governo e oposição preparam suas estratégias e afinam o discurso. #Michel Temer irá se reunir neste domingo (30) com diversos deputados da base aliada para garantir ter os votos necessários para barrar a denúncia. O governo garante já possuir a quantia mínima, que é de 171 votos. O levantamento feito pela base conta 260 a 280 votos contrários a denúncia.

Publicidade
Publicidade

A estratégia da oposição já é conhecida. Por considerar que o cenário momentâneo é favorável a Temer, os deputados da oposição decidiram que não irão registrar a presença no painel para não ter quórum e adiar a votação. A esperança é que a onda vire e algum outro fato surja para implicar o peemedebista e o cenário favorável a ele mude.

Segundo levantamento feito pelo Estadão, até o momento, são 188 deputados favoráveis à denúncia, 110 contra e 215 que ainda não possuem posicionamento oficial conhecido pelo público. São necessários 342 votos para a denúncia passar. #Dentro da política