Os senadores peemedebistas, Romero Jucá e Roberto Requião, caíram em uma discussão através de vídeos divulgados em redes sociais. Nesta última sexta-feira (28), Requião resolveu gravar um vídeo para falar sobre uma matéria publicada pela revista "Veja", na qual é comentado que Jucá estaria bolando maneiras de tentar tirar Requião do #PMDB.

Como Requião e a senadora Kátia Abreu estariam contra o governo do atual presidente Michel Temer, Jucá que é presidente do PMDB, estaria tentando tirar esses senadores do partido. No vídeo gravado por Requião, é possível ouvir latidos de cachorros no fundo, o que fez o senador soltar uma brincadeira, afirmando que até a "cachorrada ficou louca".

Publicidade
Publicidade

Em tom de ameaça, Requião afirma que se ele decidir "soltar os cachorros" para ir atrás de Jucá, isso seria muito pior do que a chegada da Polícia Federal ou da Lava Jato em "cima" do peemedebista.

Sentindo-se provocado, Romero Jucá não deixou de lado as acusações e enfatizou que Requião estaria andando com muitos cachorros, se igualando aos animais. Ao comentar sobre a Polícia Federal e a Lava Jato, Jucá afirmou que "não deve nada", porque não é alvo de nenhuma investigação. Jucá comentou que Requião é quem estaria "devendo" já que é réu em processos no estado do Paraná.

Tanto Romero Jucá quanto Roberto Requião são alvos de investigações através de delações premiadas. Jucá é investigado em cinco inquéritos da Lava Jato e seu nome já foi dito em delação de Marcelo Odebrecht e de outros executivos da empreiteira.

Publicidade

Requião teria se envolvido em propinas recebidas pela empresa JBS e foi citado na delação de Ricardo Saud, diretor da JBS.

As divergências entre os dois senadores prejudicam o PMDB, Jucá é presidente do partido enquanto Requião representa o PMDB no diretório do estado do Paraná.

No vídeo, Requião cita críticas a diversos "caciques" peemedebistas e disse que aqueles que representam o partido deveriam ser "porretas", admitindo que o PMDB sofre com sua atual crise moral. Dando um recado direto e claro para Jucá, Requião avaliou que para ele o objetivo é punir quem rouba através de denúncia e ele questiona se é esse o motivo por Jucá querer que ele saia do partido.

Na opinião de Jucá, Requião estaria utilizando de uma postura "petista", "bolivariana" e uma "política antiga". Ele também cita que os comentários seriam "atrasados" e "lamentáveis", pois não compactuam com a atual situação. [VIDEO]

Veja a seguir os videos:

#Briga #Corrupção