Luiz Inácio #Lula da Silva vai ser expulso do Partido dos Trabalhadores (#PT)? A resposta para esta pergunta é óbvia: não. Na contramão do que prometeu em 2015, o PT não cogita expulsar Lula de seu quadro de filiados [VIDEO] e, inclusive, o ex-presidente deve ser o candidato à Presidência da República do partido em 2018.

Entenda a situação

Em maio de 2015, o PT veiculou uma propaganda eleitoral de 10 minutos [VIDEO] em que afirmava que expulsaria membros do partido que fossem condenados em casos de corrupção. Lula foi uma das estrelas da peça publicitária.

O vídeo pode ser visto no final desta reportagem e nele há uma fala do ex-presidente do PT Rui Falcão.

Publicidade
Publicidade

Entre outras coisas, Falcão afirma que o PT expulsaria membros que fossem condenados. "Por isso, qualquer petista que cometer malfeitos e ilegalidades, não continuará nos quadros do partido", disse o ex-presidente da legenda. Após a fala de Falcão, um ator ratificava o que havia sido falado.

Lula condenado

Réu em cinco processos – três deles da Operação Lava Jato – o ex-presidente Lula foi condenado pelo juiz Sergio Moro a nove anos e seis meses pelo caso do tríplex do Guarujá. Os crimes cometidos pelo petista foram lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

O PT, obviamente, não cogita expulsar seu membro mais influente. Lula seguirá na legenda e, caso não seja condenado em segunda instância, disputará as eleições presidenciais do ano que vem. Logo após a condenação do ex-presidente, o vídeo desta propaganda petista viralizou nas redes sociais e foi postado em páginas no Facebook e também no Twitter.

Publicidade

Todos querem saber se Lula será expulso do partido, mas a resposta parece bastante óbvia: não, o ex-presidente e nome mais forte do PT não será expulso da legenda que ajudou a criar e foi o primeiro presidente, no início da década de 1980.

A permanência de um integrante condenado não é novidade no Partido dos Trabalhadores. O ex-ministro chefe da Casa Civil, José Dirceu, foi condenado por Sergio Moro a mais de 30 anos de prisão, chegou a ficar preso alguns meses, mas agora está solto aguardando o julgamento em segunda instância. Ele também não foi expulso da legenda após a condenação. Pelo contrário, petistas fizeram até vaquinha anos atrás para ajudar Dirceu, considerado um dos petistas mais influentes do Brasil.

A história de expulsar membros condenados parece ter sido mais uma promessa não cumprida pelo Partido dos Trabalhadores.

#Justiça