Durante toda a sexta-feira, 7, o presidente brasileiro Michel #Temer cumpriu agendas na Alemanha no encontro do G-20, que representa a reunião das principais nações do mundo. No intervalo de um reunião e outra, Temer gravou depoimento para as redes sociais falando das conquistas do governo, mas acabou cometendo uma enorme gafe.

Temer explicou em vídeo o que fez durante o dia, com atividades gerais e reuniões. Ele acabou cometendo o deslize ao falar dos indicadores de emprego e dizer que as medidas estão "fazendo o desemprego voltar".

"Numa outra sessão do G-20, discutiu-se negócios internacionais e das relações entre países.

Publicidade
Publicidade

E cada nação fez um relato sobre como se encontra atualmente o seu país. E eu pude relatar o que estamos fazendo no Brasil. Inflação baixa, juros menores, fazendo voltar o desemprego voltar e lutando contra a recessão", disse o peemedebista.

Em um curto espaço de tempo, essa é a segunda grande gafe de Temer, que chamou de "soviéticos" ao se referir a empresários de nacionalidade russa há uma semana. Temer, agora, viajou em meio a uma grave #Crise política, que deixou o seu cargo nas mãos dos parlamentares, onde o PSDB é mais forte. Muita indefinição quanto a 2018.