A cantora de funk #Anitta, que vive carreira internacional e é popular entre os jovens, agora tem uma nova missão em sua carreira: fazer uma crítica política contra o atual governo de Michel #Temer (PMDB). Um grupo de artistas, em Brasília, criou uma música contra o atual presidente, acusado por boa parte dos cantores nacionais de ‘golpista’.

A canção se chama “Xô, Vampirão”, e já estava praticamente pronta para ser divulgada. No entanto, com o surgimento da ideia de que Anitta poderia participar, os compositores readaptaram a letra para se encaixar no estilo musical da funkeira. A música vem com um videoclipe e ainda não foi publicada.

Publicidade
Publicidade

Os organizadores contam que o videoclipe já foi feito nessa última terça-feira (5) e será divulgado ainda essa semana. Enquanto isso não acontece, acompanhe logo mais abaixo [VIDEO]outro vídeo que mostra uma paródia, feita no jornal Bom Dia SP, onde mostra o presidente Michel Temer dançando um dos sucessos da cantora funkeira:

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) viajaram para o Rio de Janeiro para acompanhar as gravações. Segundo Randolfe, os versos da música estão todos voltados para acusar o presidente Temer de golpista e pedir o seu afastamento de forma tranquila. O senador ainda lembra que a canção também fala que se algum deputado faltar à votação da denúncia feita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara contra Temer, será lembrado e “não ganhará mais a eleição”.

Publicidade

A cantora Anitta, com relação ao seu último sucesso musical, “A Paradinha”, já conseguiu alcançar a incrível marca de 62 milhões de visualizações na rede social Youtube. Para os políticos engajados na caminhada contra Temer, isso é muito importante, pois a cantora é apreciada por uma parcela da população que precisa se inteirar ainda mais nas questões políticas do Brasil

Foi marcada uma reunião na casa da cantora Paula Lavigne entre os artistas e políticos que aparecerão no videoclipe. Inclusive, houve rumores que diziam que seria possível até mesmo a presença do ex-marido da cantora, Caetano Veloso. (A casa de Lavigne é conhecida como ponto de encontro dos artistas que lutam contra o governo Temer).

Os próprios políticos da Rede, Randolfe e Molon, engajados na causa contra o atual governo, já não são mais duas figuras estreantes na casa da cantora, pois eles já participaram de outra reunião na residência da artista. #Golpe