Em entrevista hoje no programa Pânico apresentado na rádio Jovem Pan, #Ciro Gomes (PDT) anunciou sua candidatura para as eleições de 2018. Em meio a varias perguntas com temas variados e polêmicos Ciro relembra o caso muito pouco divulgado sobre o repasse de R$ 200 mil feito pela empresa JBS ao Deputado Jair Bolsonaro [VIDEO] (PSC).

Em documentos públicos disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na aba onde se pode consultar as doações feitas para campanhas de candidatos, consta que o Deputado #Jair Bolsonaro recebeu da empresa JBS, investigada na lava-jato e envolvida no escândalo de propina, o valor de R$200 mil reais no ano de 2014, quando se candidatou para deputado federal no Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

Ciro como professor de direito e formado pela Universidade Federal do Ceará e também aluno de Harvard, analisou que após o recebimento do valor em conta pessoal do Deputado Jair Bolsonaro, fez o repasse do valor ao partido e o partido por sua vez fez uma doação ao candidato do mesmo valor em seguida. Em vídeo no seu canal do YouTube o Deputado alega que devolveu o valor, se referindo ao depositante, quando na verdade foi repassado ao seu partido na época filiado ao Social Cristão. Ciro concluí em sua analise que isso forma de acordo com a lei lavagem de dinheiro, já que o Deputado não recebeu o valor da JBS, mas sim do seu partido, tornando assim o dinheiro legal para uso em sua campanha de 2014.

Saída do PSC

Está marcado para o dia 10/08 nessa quinta-feira o anúncio oficial da saída de Bolsonaro do atual PSC (Partido Social Cristão) para o (PEN) (Partido Ecológico Nacional) onde membros do partido temem uma debandada do Social Cristão enfraquecendo a sigla.

Publicidade

Ainda durante a entrevista, Ciro diz respeitar o Deputado, mas que ele não seria capaz de cumprir com suas promessas, sendo elas apenas jargões e frases prontas. Continua dizendo que o Deputado deveria se candidatar primeiro para cargos em seu município e estado, e então estaria pronto para se candidatar para Presidente do Brasil.

O Deputado Federal Ciro Gomes já foi em sua carreira, deputado estadual, prefeito de Fortaleza, governador do Ceará, Ministro da Fazenda, Ministro da Integração Nacional e deputado federal, sendo essa a sua segunda candidatura à Presidência da República (em 1998 e 2002).

Apesar do caso estar abafado e ter sido pouco divulgado, é de se esperar que venha a tona durante os debates de 2018, já que as informações são públicas e de fácil acesso, mas cabível de interpretações. #JBS Friboi