Publicidade
Publicidade

A mulher do renomado juiz federal Sérgio Moro [VIDEO], a advogada Rosangela Wolff #Moro, decidiu abandonar um grupo de conversas do WhatsApp. Ela tomou essa decisão após se sentir constrangida com o aumento de participantes e a exposição desnecessária que poderia lhe causar transtornos futuros. O grupo de nome "Brasil que Dá Certo" foi criado com o intuito de reunir as mulheres da alta sociedade divulgando a participação delas em eventos marcados.

O grupo, que a princípio tratava apenas desses eventos, começou a expandir-se para outros assuntos, promovendo outros tipos de trabalhos. Ela resolveu, então, deixar o grupo, ainda mais com a reportagem da revista "Veja", que acabou divulgando um dos eventos em que ela participaria.

Publicidade

Por precauções de #Segurança e discrição, a mulher do juiz responsável pela Operação Lava Jato preferiu dizer adeus ao grupo de conversas.

Evento marcado

No evento divulgado pela "Veja", estarão presentes 70 mulheres renomadas. Além de Rosangela, confirmaram presença: Viviane Senna, irmã do piloto Ayrton Senna e responsável pelo Instituto Ayrton Senna, Ana Maria Velloso, Chieko Aoki e também terá uma palestra com Luiza Trajano, das lojas Magazine Luiza.

De acordo com as informações, foi combinado no evento que todas as mulheres convidadas deverão abrir suas bolsas para serem revistadas. Isso ocorre porque a presença da mulher de Sérgio Moro poderá atrair pessoas com ódio do juiz frente às altas investigações dele na Lava Jato.

Segundo a ‘’Veja’’, o evento, que será no dia 14 de agosto, contará com 20 seguranças particulares contratados pelo local.

Publicidade

Recado ao juiz

A esposa do magistrado publicou em sua página do Facebook "Eu Moro com ele" um bilhete direcionado ao seu marido [VIDEO]. Eles estavam jantando em um restaurante e a mensagem veio escrita em um guardanapo. Ela chamou o bilhete como "surpresinha". A autora preferiu não se identificar.

Na mensagem estava escrito que os admiradores do juiz estavam muito felizes com o trabalho que ele tem realizado contra a corrupção. No bilhete, eles falaram que eram empresários de Curitiba e agradeceram a luta de Moro, dando apoio ao juiz.

No final do texto estava escrito: "Obrigada por você existir". A advogada Rosangela administra essa página dedicada ao juiz e sempre está colocando os presentes recebidos por ele e algumas notícias referentes aos trabalhos feitos por seu marido e pelos procuradores da Lava Jato.