Publicidade
Publicidade

Em um evento em São Paulo nesta quinta-feira ao lado do comentarista e cineasta Arnaldo Jabor e do jornalista Carlos Sardenbergh, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso voltou a opinar sobre a situação política do país e defendeu a antecipação das eleições presidenciais de 2018.

"Se eu estivesse ocupando o lugar do #Temer, eu trabalharia para antecipar as eleições presidenciais", disse #FHC, lamentando o fato do atual presidente entender que ainda há governabilidade. Temer, pós-impeachment de Dilma Rousseff, tem mandato vigente até o final de 2018.

Na mesma linha "insatisfeita" com o atual cenário, o tucano criticou o que chamou de "abafa" com relação à Operação Lava-Jato.

Publicidade

Ele não entende que as autoridades estejam trabalhando para manter a operação em curso. Contudo, acredita que as investigações seguirão trazendo frutos importantes para o país.

Sobre o novo presidente, que sairá do pleito do ano que vem, FHC quer que seja alguém que tenha a "coragem" de fazer as mudanças necessárias. "É preciso alguém que entenda o mundo, conheça o Congresso Nacional [VIDEO] e tenha a capacidade de dialogar com a sociedade civil", disse.

Fernando Henrique Cardoso foi presidente brasileiro por dois mandatos, de 1995 a 2003.