Por 263 votos contra 227, a denúncia contra o presidente Michel Temer foi barrada na #Câmara dos Deputados, em uma longa sessão durante esta quarta-feira, 2. Assim, o peemedebista ganha fôlego para seguir o mandato até o final do ano que vem e vê uma nova brecha para tentar avançar nas reformas pendentes.

Em discurso depois da grande vitória, a mais importante de sua gestão até agora, Temer [VIDEO] não escondeu sua felicidade e ainda mandou um "recado" aos que queriam vê-lo fora do Palácio do Planalto.

"Curiosamente, ao longo desse tempo, o que tem acontecido é justamente a derrota daqueles que queriam me ver fora do governo", disse o peemedebista, que voltou a chamar a denúncia de "inepta" à rádio BandNews.

Publicidade
Publicidade

Em pronunciamento ainda na noite de quarta-feira, #Temer comentou à nação que não se tratava de uma "vitória pessoal, mas um ganho da democracia e do estado de direito. O presidente também negou as acusações de que o Planalto liberou emendas parlamentares aos deputados em troca de apoio na hora da votação.

De acordo com ele, deputados da oposição também foram beneficiados com emendas. "Elas (emendas) foram igualmente pagas entre parlamentares da situação e da oposição", garantiu Temer.