O empresário #Joesley Batista é dono da JBS, empresa que teve a comprovação de grandes envolvimentos em esquemas de corrupção. Para se livrar das penas determinadas pela operação Lava Jato, Joesley Batista optou por fechar diversos acordos de delação premiada. Nestes, o mesmo prometeu apresentar diversas provas para entregar todos os políticos que estavam aparelhados com os esquemas de propinas.

Diversos políticos já foram citados por Joesley Batista, o principal deles e o primeiro, inclusive, foi o presidente da República, Michel Temer, pois o empresário gravou uma conversa entre ambos em que Joesley cita manter o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, de "boca fechada" dentro da prisão, e o presidente concordou com a fala do empresário.

Publicidade
Publicidade

Agora, outro grande político é entregue pelo empresário.

Mais um do PSDB?

O PSDB já teve o senador Aécio Neves citado na delação, agora o empresário entrega contas do exterior do senador e pré-candidato à Presidência da República, #José Serra, o qual teve expostos os depósitos que o dono da JBS fazia para uma conta externa [VIDEO] do político, na qual o mesmo recebia grandes quantidades de propinas para auxiliar no aparelhamento do sistema executado pela empresa.

Segundo a coluna Radar On-Line, da Veja, o empresário Joesley Batista foi até a Procuradoria Geral da República, na semana passada, para entregar as provas concretas de que a conta pertencia ao José Serra, onde havia extratos bancários, comprovantes de depósitos, o nome do banco e o número da agência, e pelo que tudo indica a conta estava realmente no nome de Serra.

Publicidade

Joesley pode ser preso?

Joesley Batista provavelmente não será preso, porém, sofre uma grande pressão da Justiça brasileira para auxiliar em todas as investigações e entregar o máximo de provas possíveis para confirmar todas as acusações feitas pelo mesmo, sendo que o empresário já entregou diversos políticos envolvidos em esquemas de corrupção.

Joesley Batista fechou um grande acordo de delação premiada para não ter de cumprir pena sobre o seus crimes, pois o empresário prometeu que iria entregar muitos corruptos e valeria a pena que ele não fosse preso para a Justiça brasileira, agora a operação Lava Jato aceitou o acordo, como costuma fazer, pois é mais viável para a Justiça descobrir o esquema de corrupção, por completo, após essa estratégia de delações [VIDEO] ser implementada. A Lava Jato foi a operação que mais descobriu e prendeu corruptos. #Eleições 2018