A modelo #Gisele Bündchen tem vários compromissos públicos e sempre está vindo a São Paulo para fazer fotografias referentes a campanhas publicitárias. Mesmo diante de todas essas viagens e compromissos, que são sempre divulgados na mídia, ela possui também uma agenda secreta, que nunca está ao alcance dos fãs.

Em abril, a modelo ficou sabendo que o juiz federal Sérgio Moro [VIDEO], responsável pela Operação Lava Jato, estaria dando uma palestra em Havard, então, ela decidiu convidá-lo a ir até sua casa para tomar um chá da tarde, na verdade, até a sua mansão, que fica em Boston, perto da universidade.

Sérgio Moro aceitou o convite e esteve junto com Gisele por aproximadamente uma hora.

Publicidade
Publicidade

Com eles estava também o marido da modelo #Tom Brady.

Gisele agradeceu por tudo o que o juiz tem feito em prol do povo brasileiro e elogiou a Operação Lava Jato. A modelo afirmou ser uma fã dos trabalhos do juiz. Além de política, eles conversaram também sobre esporte. Moro costuma assistir jogos do Patriots (futebol americano), time pelo qual joga Brady.

Gisele e Brady também já receberam em sua mansão, no ano passado, o empresário Jorge Paulo Lemann, que, no momento, está em primeiro lugar no ranking de bilionários do Brasil.

Lava Jato

Sérgio Moro tem feito um excelente trabalho ao comandar a maior operação de combate à corrupção do Brasil. No mês passado, ele teve grande notoriedade nacional e internacional ao condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão.

Publicidade

Moro realiza várias palestras por todo o mundo e já foi homenageado em vários continentes.

Uma das últimas decisões do juiz foi a prisão do ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine, que teria se beneficiado de propina da Odebrecht com contratos fraudulentos e foi acusado de burlar as regras do Banco do Brasil com financiamentos irregulares. Bendine está preso preventivamente, até o julgamento de suas ações suspeitas.

Meio ambiente

Em junho deste ano, a modelo Gisele Bündchen também estava preocupada com as decisões do presidente Michel Temer e fez um apelo a ele. Defensora do meio ambiente, Gisele pediu para Temer vetar as Medidas Provisórias que tinham como objetivo liberar 1,5 milhão de acres da Amazônia para o desmatamento.

Temer chegou a responder ao pedido de Gisele e avisou que iria vetar a proposta, o que ele fez. A modelo chegou, na época, a compartilhar um link da WWF-Brasil, ONG de conservação do meio ambiente, que colhia assinaturas contra o desmatamento. #SérgioMoro