Publicidade
Publicidade

O ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva não tem ''papas na língua''. Suas palavras são sempre captadas e observadas por todos que o observam e ele sabe muito bem disso. Nesta quinta-feira (17) não foi diferente.

O petista, que segue disparado como principal intenção de votos e que iniciou sua caravana batizada de "Caravana da Esperança", se comparou, simplesmente, aos dois dos maiores astros do futebol mundial, Leonel #messi e Cristiano Ronaldo.

As palavras foram dirigidas como forma de combate aos seus adversários, entre eles o prefeito de São Paulo, João Doria.

Segundo Lula, João Doria estaria fazendo um papel de ator: "O papel dele (João Doria) é o seguinte: eu vou atacar o Messi ou Mascherano no Barcelona? Vai no Messi! Vou atacar o Sergio Ramos ou Cristiano Ronaldo no Real Madrid? Ele pega a pesquisa, e é isso que deixa essas pessoas loucas'', disse Lula, em alto e bom som.

Publicidade

Lula versus João Doria: uma guerra sem fim

Com relação às acusações ferrenhas de seus adversários políticos, Lula foi enfático ao dizer: ''Estou apanhando que nem cachorro vira-latas. Quando esses caras têm uma pesquisa, eu estou na frente na espontânea (...) ganho no primeiro, ganho segundo turno, ganho de todos juntos".

Na entrevista concedida à Rádio Metrópole (em Salvador), Lula apontou que a trajetória de João Doria ainda é pequena e o classificou como ''inexperiente'' e que precisa provar seu potencial.

Desde o início de sua campanha, João Doria adotou um lema diferencial: ''não faço política, faço gestão.''

Levando ainda mais para o lado pessoal, o ex-presidente Lula prosseguiu, ao dizer: "Esse homem saiu do nada para ser presidente da Embratur, depois teve um programa de TV, não sei qual canal porque não assistia, e virou um empresário''. E completou: ''uma coisa é dizer 'sou gestor de uma empresa', outra... é gerir uma cidade, um país".

Lula ainda pretende levar sua caravana a cerca de nove estados do Nordeste, 25 cidades ao todo.

Publicidade

O ex-presidente tem o apoio de sua sigla, além de celebridades brasileiras. Mas, Lula tem propagado mensagens que soaram muito pesadas e, por isso, só fazem aumentar comentários negativos sobre ele.

Nervos à flor da pele

Conforme publicado aqui, recentemente Lula ficou com ''os nervos à flor da pele'', ao demonstrar seu descontentamento com relação à imprensa. Ele pretende, inclusive, criar uma regulamentação da mídia. Lula vem criticando severamente a mídia, principalmente a Rede Globo de Televisão. O jornalista-âncora do Jornal Nacional, William Bonner, chegou a ser ameaçado [VIDEO].

Lula e seus advogados protocolaram, nesta semana, o pedido de suspensão de seu interrogatório [VIDEO], que está marcado para o dia 13 de setembro, onde Lula ficaria mais uma vez frente a frente com Sérgio Moro.

Enquanto isso, surge uma pergunta: caso não seja realmente preso, poderíamos assistir à mais debatida e televisionada eleição presidencial de todos os tempos? #João Dória