A advogada Rosangela Wolff Moro, esposa do juiz responsável pela Operação #Lava Jato Sérgio Moro, resolveu postar em sua página do Facebook "Eu MORO com ele", um bilhete direcionado ao juiz, escrito num papel de guardanapo. Rosangela chamou a mensagem de "surpresinha" e foi recebida durante um jantar do casal. Nos dizeres da mensagem há um agradecimento profundo por tudo que o juiz tem feito pela Justiça do Brasil. A pessoa que escreveu preferiu não se identificar.

O bilhete foi escrito por possíveis empresários de Curitiba, que estavam parabenizando o juiz pelo excelente trabalho realizado. No final, a mensagem foi terminada com a seguinte frase: "Obrigada por você existir".

Publicidade
Publicidade

Nesta página da esposa de Moro, ela sempre coloca notícias do juiz e mostra presentes que ele recebe.

Sérgio Moro tem sido um juiz de grande destaque nacional e internacionalmente. Uma de suas decisões mais importantes foi quando determinou a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A maioria da imprensa mundial elogiou a Operação Lava Jato, dizendo que ela salvou o país de estar mergulhado numa grave crise, como ocorre na Venezuela.

Musical

A Operação mais famosa do Brasil no combate à corrupção irá se transformar, no ano que vem, em um musical. O espetáculo, que se chamará "Lava Jato - o musical", já recebeu autorização e verbas para chegar ao público em 2018. A escolha do elenco será em breve e já estão sendo feitas audições para buscar talentos para participar do show.

Publicidade

De acordo com informações da produção, A "Lava Jato - musical" será uma comédia inspirada no momento histórico no qual vivemos.

Uma das cenas mais importantes será a chegada do ex-governador Sérgio Cabral na prisão.

Sentença

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4° Região, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, 54 anos, disse, em uma entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo", que a sentença proferida por Moro que condenou o ex-presidente Lula foi muito bem preparada sendo tecnicamente irrepreensível [VIDEO]. Segundo Lenz, os exames minuciosos revelados por Moro farão a sentença entrar para a história do Brasil.

O presidente do TRF também afirmou que não concorda com aquelas pessoas que dizem que indícios não são provas. Ele segue o mesmo pensamento de um ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) [VIDEO], Paulo Brossard, que já é falecido. Na época, Brossard disse que a prova indiciária é tão prova quanto as outras. #SérgioMoro