Publicidade
Publicidade

Geoffrey Robertson é um dos advogados do ex-presidente da República, Luiz Inácio #Lula da Silva, ele foi contratado para representar Lula no Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU). O advogado é britânico e deu seu parecer sobre a situação devastadora de Lula com a Justiça. [VIDEO]

Juristas se reuniram nesta última quarta-feira, 30 de agosto, em um jantar para homenagear o advogado. Conforme a ocasião, Robertson aproveitou o momento para comentar sobre o ex-presidente brasileiro, acusado de crimes de corrupção, obstrução de Justiça, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Uma péssima notícia para os adeptos ao Partido dos Trabalhadores (PT), a situação de Lula é complicada e ele pode não se candidatar para as eleições de 2018, segundo o advogado.

Publicidade

O advogado britânico, no entanto, frisou que a Justiça brasileira é "parcial", e citou o juiz federal Sérgio Moro, responsável por conduzir ações na Justiça contra Lula e condená-lo a 9 anos e seis meses de detenção. Geoffrey Robertson disse que Moro e os colegas do judiciário afirmam que cabe recursos para que Lula se defenda na Justiça, mas o britânico diz que isso não estaria acontecendo, pois fez com que o ex-presidente buscasse ajuda em instâncias internacionais para comprovar sua inocência.

Na condenação dada por Moro, o juiz federal brasileiro afirmou que não cabe recursos internacionais a Lula, pois ainda há opções de defesa na justiça brasileira para que o ex-presidente reverta seu caso de condenação. Moro afirmou que não há possibilidade do petista procurar ajuda em instâncias internacionais.

Publicidade

Se Lula for condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral da 4° região, ele não poderá se candidatar para concorrer à presidência de 2018. Muitos petistas torcem para uma volta de Lula como presidente, mas este "sonho" pode estar se tornando distante. O advogado britânico foi o primeiro a dizer publicamente que Lula poderá perder as chances de se eleger e avaliou que o presidente do tribunal que irá julgar Lula já teria dito que a sentença dada por Sergio Moro [VIDEO] está "impecável".

Geoffrey Robertson disse claramente que há uma única opção para o ex-presidente: o Tribunal Regional Eleitoral mudar a forma com a qual irá julgar o petista. Cristiano Zanin Martins, o defensor de Lula brasileiro, não fez críticas à Justiça brasileira, porém afirmou que não tem como permanecer esta atual sentença contra Lula. #Eleições 2018 #Sergio Moro