Publicidade
Publicidade

Quem já leu ou ouviu o historiador Marco Antônio Villa nos tempos em que Fernando Haddad (#PT) administrava a cidade de São Paulo, sabe o quanto ele criticava o petista e principalmente sua agenda, fazendo questão verificá-la sempre e dizer que o alcaide trabalhava pouco.

Para estranheza de muitos internautas, desde que João Doria [VIDEO] assumiu, a agenda do que faz o prefeito, principalmente depois que ele passou a viajar seguidamente, não é criticada pelo historiador Villa. Importante frisar que muitas dessas viagens são apenas para participar de eventos e receber honrarias, ou seja, nada de prático para os paulistanos que o elegeram.

Publicidade

Exatamente por isso muitos não entendem a mudança de Villa.

Buscando no Youtube, é possível encontrar vários vídeos de Marco Antonio Villa falando sobre João Doria. Em alguns, elogia o prefeito, em outros, destaca que ele está ganhando força em todo país e, em outros, explica que, caso ele deixe o PSDB para disputar a presidência em 2018, não será uma traição. Também há vídeos, dele e de Doria juntos em entrevista, nos quais aparece um Villa sorridente e educado, bem diferente, por exemplo, do que foi com o deputado Jair Bolsonaro (PSC) e com o então prefeito Fernando Haddad.

“Haddad é um moleque que não gosta de trabalhar”

Nos últimos anos, Villa ficou marcado por criticar e ofender de maneira contundente alguns políticos, e aqui em São Paulo, o então prefeito Haddad, chamando-o inclusive de adjetivos pesados como “vagabundo”, “sem-vergonha” e “moleque que não gosta de trabalhar”,

Internautas criticam e debocham do historiador Villa

Para não dizer que Villa não fala das viagens de Doria, ele até fala, como foi o caso em um programa na Jovem Pan Notícias, no qual, ao ser citado que o prefeito estava sendo criticado por abandonar a cidade, o historiador disse que tinha recebido uma mensagem de Doria e fez questão de lê-la na íntegra e de maneira bem gentil.

Publicidade

Nenhuma crítica. Mas no vídeo postado no Youtube, a maneira como Villa tratou o assunto mereceu comentários desabonadores. “Villa falta ter um tucano tatuado na testa , ele é PSDB(...)”, afirmou um internauta. “Engraçado que com o Haddad o tratamento era outro. Tucano enrustido. Credibilidade zero. Preferência tucana descarada, por isso que hoje é cada vez mais difícil confiar no jornalismo.”, postou outro. “Os olhos do PSDBista Marco Antonio Villa chegam a brilhar quando faz propaganda eleitoral para o João Doria...”, afirmou um outro. Também há ofensas pesadas, mas que não merecem ser citadas, já que adjetivos chulos são sempre dispensáveis.

Se Doria sair do PSDB não será traição

Em outro vídeo postado no Youtube, Villa fala sobre a disputa entre o governador Geraldo Alckmin e João Doria para ver quem será o candidato do PSDB em 2018. O historiador diz que Doria deixar o partido não será traição [VIDEO]. Nos comentários abaixo do vídeo, muitos internautas, inclusive eleitores de Doria, criticaram.

Publicidade

“Votei para o Doria, e espero que ele cumpra o seu mandato até o último dia na prefeitura de São Paulo. Caso seja candidato para disputar a presidência da República, não levará NUNCA MAIS o meu voto”, afirmou um internauta. “Não vi nenhuma raivinha do psdbista Villa, e nem mesmo um julgamento do tipo: É TRAIDOR, SIM!”, afirmou outro. “Não é traição? Trairagem pura”, afirmou um terceiro. #JoãoDória #Joven Pan