Publicidade
Publicidade

Por meio de nota oficial, a Ordem dos Advogados do Brasil (#oab) se posicionou sobre a denúncia oferecida nesta quinta-feira, 14, pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel #Temer, que é acusado de organização criminosa e obstrução da Justiça a partir das delações premiadas feitas pelos empresários da J&F [VIDEO].

O comunicado da Ordem é assinado pelo presidente Claudio Lamachia e defende a "regularidade constitucional" no Brasil. Ao mesmo tempo, a OAB entende que a denúncia é "gravíssima".

"A denúncia feita nesta quinta-feira ao presidente Michel Temer é gravíssima", diz a nota. "Nunca o Brasil testemunhou crise nessas proporções.

Publicidade

Contudo, as instituições estão se mostrando rígidas e atentas no cumprimento de todas as suas funções".

No final do comunicado, a OAB faz questão de reforçar a necessidade do compromisso com a legislação. De acordo com o órgão, "só há um caminho para que o Brasil saia da crise: o caminho da lei".

Temer, que já havia sido denunciado pela PGR, terá que mais uma vez se salvar na votação do plenário da Câmara. Caso a denúncia tem votação favorável de dois terços dos deputados, ela segue ao STF e o presidente corre risco de perder o mandato.