Publicidade
Publicidade

O site Voz do Eleitor [VIDEO] realizou uma enquete em que os internautas puderam votar em quatro pré-candidatos à Presidência da República: Jair Bolsonaro (51), João Doria (45), #Lula (13) e Marina Silva (18). O levantamento não tem peso científico como pesquisas realizadas por institutos como o Datafolha, Paraná Pesquisas, Ibope, CNT/DMA, entre outros.

O eleitor que acessa o site vota em um dos concorrentes digitando o número deles, como se estivesse em frente a uma urna de verdade. Ao completar o voto, a urna digital emite o som idêntico ao da urna eletrônica.

Nesta enquete, Bolsonaro vence os concorrentes de lavada.

Publicidade

O pré-candidato do Partido Ecológico Nacional (PEN), que em breve vai mudar de nome para Patriotas, aparece com 87% dos quase 20 mil votos registrados até o momento – só é possível votar uma vez por IP.

O petista Luiz Inácio Lula da Silva é o segundo colocado, com 7% dos votos, bem abaixo do primeiro colocado. Nas pesquisas do Datafolha, Ibope, Paraná Pesquisas e CNT/DMA, Lula lidera.

O ex-presidente da República (2003 e 2010) pode ficar inelegível, caso seja condenado em um dos casos em que é réu. Só na Operação Lava Jato, Lula sofre três processos.

Em um deles, o do tríplex do Guarujá, ele já foi julgado em primeira instância pelo juiz federal Sergio Moro e foi condenado a nove anos e seis meses de prisão. Caso a condenação seja ratificada pela segunda instância, Lula ficará inelegível.

Publicidade

O PT já se manifestou em relação a isso e uma das alternativas do partido, embora muitos achem que seja blefe, é abandonar as eleições e não concorrer a nenhum cargo político no pleito de 2018 se Lula for impedido de disputar as eleições.

João Doria tem 3% dos votos na página Voz do Eleitor. Enquanto Marina Silva aparece com apenas 1%, mesma porcentagem de eleitores que votariam em branco ou anulariam seus votos.

Datafolha

A última pesquisa Datafolha mostrou Lula na liderança do pleito presidencial com 36% dos votos. Bolsonaro aparece bem atrás, com 16%. Os resultados do Datafolha foram bastante contestados nas redes sociais.

Um dos motivos é que 46% dos eleitores disseram que não votariam em Lula, enquanto 54% pedem que ele seja preso. A diferença de 12% pode concentrar eleitores que queriam Lula preso, mas que poderiam votar nele se ele fosse candidato.

Até o momento, o Datafolha não explicou se houve algum erro ou se os eleitores brasileiros é que têm opiniões estranhas mesmo. Até 2018, muitas pesquisas serão feitas e contestadas. #Eleições 2018 #Jair Bolsonaro