Publicidade
Publicidade

As eleições presidenciais de 2018 estão tomando formato neste final de ano, pois os que se apresentam como pré-candidatos já vem fazendo as suas chamadas "pré-campanhas presidenciais", onde os mesmos viajam por todo o país para conquistar o carinho da população e obter mais votos para a eleição do ano que vem.

Os principais possíveis candidatos das eleições do ano que vem são o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o deputado federal, Jair Messias Bolsonaro, e a ex-senadora e dona do partido REDE, Marina Silva.

De fora do 2° turno?

O Instituto de Pesquisa #ibope fez novamente um levantamento sobre as eleições estaduais e nacionais que terão em 2018, e considerando que o ex-presidente Lula é o primeiro em todas as pesquisas presidenciais, já é certo que o petista estará no segundo turno, caso consiga se candidatar, mas a dúvida mesmo era entre Bolsonaro e Marina Silva, pois ambos andam tecnicamente empatados.

Publicidade

Basicamente todas as pesquisas concluem com um empate técnico entre Marina e Bolsonaro na segunda posição, mas o IBOPE [VIDEO] afirmou que quem enfrentará Lula em 2018 será Jair Messias Bolsonaro, deixando a ex-senadora Marina Silva sem chances de participar desta disputa em um eventual segundo turno.

Lula pode ficar de fora?

Conforme as pesquisas mostram, uma possível derrota de Lula só será possível no segundo turno e de forma bem estreita, por sinal, no entanto o petista já é certo no segundo turno por qualquer instituto de pesquisa que realiza levantamentos sobre a conturbada eleição de 2018, mas o mesmo corre um grande risco de ficar de fora das eleições de 2018 por um motivo delicado.

Lula pode ser preso antes de começar a corrida presidencial do ano que vem, contudo o mesmo ainda torce para que a decisão do juiz federal Sérgio Moro, de prende-lo por 9 anos e meio, seja revogada no Tribunal Regional Federal da 4°Região (TRF-4), desvalidando toda a sentença final dada pelo juiz responsável pelos julgamentos da operação Lava Jato.

Publicidade

Lula foi condenado por supostamente ter recebido um apartamento tríplex no Guarujá, em Litoral de São Paulo, como forma de propina da empreiteira OAS, pois o petista teria favorecido a empresa em firmamentos de contratos com a estatal Petrobrás durante o seu governo de 2003 à 2010.

IBOPE

A pesquisa do IBOPE teve os dados divulgados pelo 'Jornal O Globo' e entrevistou 2.002 pessoas [VIDEO]em todos os estados do Brasil, entre os dias 18 e 22 de outubro, considerando uma margem de erro de dois percentuais para menos ou para mais.

Lula ficou com 35% das intenções de votos, Bolsonaro com 13%, enquanto Marina ficou de fora com apenas 8%. #Eleições 2018 #Jair Bolsonaro