Publicidade
Publicidade

O deputado federal Jair Messias Bolsonaro é um do pré-candidatos para disputar as eleições para presidente da República no ano de 2018. O mesmo vem sendo considerado um dos possíveis candidatos mais badalados, ao lado do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. Ambos ocupam as primeiras posições em todas as pesquisas presidenciais.

Qualquer opinião do deputado #Jair Bolsonaro é vista de perto por todos da população brasileira. Até porque, com cerca de 20% das intenções de votos em 2018, o mesmo pode vir a se tornar um futuro presidente da República. Como a intenção do mesmo é entrar na corrida presidencial, Bolsonaro vem fazendo uma pré-campanha. Ele viaja por todo o Brasil e também foi ao Estados Unidos da América, com a intenção de atrair interesse de investidores em sua possível candidatura.

Publicidade

Bolsonaro diz algo polêmico

Os integrantes de movimentos liberais dentro do Brasil não costumam apoiar muito os ideais de Jair Bolsonaro, pois os mesmos preferem uma possível candidatura do prefeito de São Paulo ,João Dória, à presidência da República. Porém, o deputado federal Bolsonaro vem tentando mudar este cenário, até porque, o deputado se assumiu, em um discurso antes de embarcar ao Estados Unidos da América, que tem uma visão #Liberal para a solução da economia brasileira, apoiando a privatização e extinção de algumas estatais, que não visão dele servem para ser cabide de emprego aos que não executam qualquer função dentro da mesma.

Bolsonaro aproveitou para tirar a visão de 'militar estatizante' que os liberais têm dele, pois o mesmo afirmou que no período do regime militar as estatais eram a única solução, mas entende que agora a pauta liberal é a grande solução para a economia brasileira.

Publicidade

O pré-candidato à presidência viajou ao Estados Unidos da América para apresentar o seu discurso mais liberal e atrair empresários que estão na América do Norte.

Contradições no discurso de Bolsonaro?

A Folha de S. Paulo publicou uma matéria sobre o assunto em que no final apresenta algumas contradições do deputado federal, pois afirma que o mesmo diz que o Brasil não deve ser protecionista e deve fazer alianças com EUA, Japão e Coreia do Sul. Porém, Bolsonaro vê com maus olhos investidores chineses e não gosta de brasileiros que foram produzir no Paraguai para baratear a produção.

Na mesma matéria, Jair Bolsonaro afirma que vai tirar o mês de janeiro para estudar mais sobre a pauta liberal e se preparar para aplicar isso em seu governo. O deputado federal [VIDEO] ainda não se pronunciou sobre a Folha de São Paulo ter denominado certos trechos de seus discursos de "contraditórios". #Eleições 2018