O ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva é um dos maiores nomes da política brasileira. Filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), ele entrou em uma polêmica e tanto. Lula acabou enviando um documento para um dos órgãos mais importantes do planeta, a Organização das Nações Unidas, a ONU. Na ONU, Lula tenta dar uma rasteira no juiz federal Sérgio Moro, nome importante que está à frente da Operação Lava Jato. As violações que envolvem o ex-presidente são algumas das mais graves envolvendo nomes políticos.

Lula tenta apelar na ONU de novo contra Moro, mas está cada dia mais enrolado na Lava-Jato

A defesa do ex-presidente quer que seu julgamento não seja feito por Sérgio Moro.

Publicidade
Publicidade

Por isso, os advogados do colega de Dilma Rousseff (que sofreu um tenso impeachment no ano passado) falam que o juiz federal teria cometido graves irregularidades. Os processos contra o petista são os mais diversos, e ele está em uma situação de grande enrascada. Mesmo assim, para Lula, boa parte da culpa que o envolve, na verdade, seria coisas da imprensa e de Moro, a quem Lula garante ter uma birra contra ele, uma suposta rixa histórica.

Ex-presidente Lula bem que tenta, mas ONU não barra Sérgio Moro de julgá-lo

A defesa de um dos nomes da política mais importantes do Brasil questiona a ação do juiz que está sendo responsável pela principal investigação contra a corrupção no Brasil. As autoridades alegam que até o filme 'Polícia Federal - A Lei é Para Todos' seria uma espécie de prova que mostra uma suposta ação desmedida do juiz tão importante.

Publicidade

Lula investe em tese de filme como objeto para derrubá-lo

O ex-presidente Lula acusa até mesmo o filme e o seu roteiro de induzirem os espectadores de tentarem achar um culpado na situação, mas que Lula seria inocente de todas as tristes acusações que recebe. Lembrando que o político está envolvido em várias acusações. Uma das acusações é que ele teria recebido um apartamento Tríplex, no Guarujá, no estado de São Paulo, como pagamento de propina.

Sérgio Moro é acusado até mesmo de falar profecia maléfica sobre Lula

A advogada Valeska Teixeira Martins destaca ainda que a sentença que condenou o ex-presidente a nove anos e seis meses de prisão no caso do triplex "equivale a uma profecia que se cumpre pelo juiz da investigação”.

Assim como fez no passado, a ONU não deu qualquer resposta. Enquanto isso, um detalhe impera: Sérgio Moro está cada vez com mais prestígio. #Sergio Moro